Unesp inaugura novo laboratório do Instituto de Pesquisa em Bioenergia


Sexta-feira, 3 de julho de 2015, às 06h11


Agência FAPESP – A Universidade Estadual Paulista (Unesp) inaugurou no dia 29 de junho o novo laboratório do Instituto de Pesquisa em Bioenergia (IPBEN), na Faculdade de Ciências e Letras de Assis.

O IPBEN desenvolve pesquisas nas mesmas áreas contempladas pelo programa BIOEN-FAPESP: Biomassa para Bioenergia; Produção de Bicombustíveis; Utilização de Bicombustível em Motores; Biorrefinaria, Alcoolquímica e Oleoquímica, e Sustentabilidade Socioeconômica e Ambiental.

 

IPBEN desenvolve pesquisa nas áreas de Biomassa para Bioenergia; Produção de Bicombustíveis; Utilização de Bicombustível em Motores; Biorrefinaria, Alcoolquímica e Oleoquímica, e Sustentabilidade Socioeconômica e Ambiental. Foto: Eduardo César/FAPESP

IPBEN desenvolve pesquisa nas áreas de Biomassa para Bioenergia; Produção de Bicombustíveis; Utilização de Bicombustível em Motores; Biorrefinaria, Alcoolquímica e Oleoquímica, e Sustentabilidade Socioeconômica e Ambiental. Foto: Eduardo César/FAPESP

 

O Instituto integra o Centro Paulista de Pesquisa em Bioenergia, idealizado em 2009 pela Diretoria Científica da FAPESP.

O governo do Estado de São Paulo financia a infraestrutura, as universidades investem na contratação de recursos humanos e a FAPESP apoia os projetos de pesquisa.

Cada universidade adotou um modelo diferente. A Unesp decidiu criar o IPBEN para que as pesquisas em bioenergia da instituição ganhassem em produtividade e qualidade, com investimentos de R$ 9,6 milhões do governo do Estado de São Paulo.

O IPBEN é formado por um Laboratório Central, instalado em Rio Claro, e outros sete laboratórios associados nas cidades de Jaboticabal, Guaratinguetá, Ilha Solteira, Botucatu, Assis, Araraquara e São José do Rio Preto.

Está prevista, ainda, a inauguração dos laboratórios associados em Araraquara, Botucatu, Ilha Solteira e São José do Rio Preto.

Espécie de salpa - um plâncton gelatinoso - descoberta durante a expedição Tara Oceans. Foto: Divulgação/Tara Oceans

Espécie de salpa - um plâncton gelatinoso - descoberta durante a expedição Tara Oceans. Foto: Divulgação/Tara Oceans

Leia mais sobre
PESQUISAS

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
Catálogo on-line reunirá informações de 2,3 mil espécies de peixes de água doce
Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d
Video: Venha com a gente para as profundezas dos Corais da Amazônia
Desmatamento dispara na Amazônia, vídeo
Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar
Animação sobre a prevenção do câncer de mama
  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

  • Catálogo on-line reunirá informações de 2,3 mil espécies de peixes de água doce

  • Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d

  • Video: Venha com a gente para as profundezas dos Corais da Amazônia

  • Desmatamento dispara na Amazônia, vídeo

  • Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar

  • Animação sobre a prevenção do câncer de mama

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*