UNICEF: Orlando Bloom visita crianças refugiadas na Europa


Segunda-feira, 5 de outubro de 2015, às 16h49


O Embaixador da Boa Vontade para o Fundo das Nações Unidas para a Infância visitou um centro de acolhimento de refugiados na Macedônia e pediu mais proteção aos seus direitos. Segundo estimativas do UNICEF, 320 mil mulheres e jovens refugiados vão precisar de assistência no continente europeu, durante os próximos seis meses.

ONU Brasil

O Embaixador da Boa Vontade para o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Orlando Bloom, solicitou à comunidade internacional, na terça-feira (29) passada, mais proteção para as milhares de crianças que chegam à Europa fugindo da violência de países como Síria, Iraque e Afeganistão. Durante os próximos seis meses, o UNICEF estima que aproximadamente 320 mil mulheres e jovens refugiados precisarão de assistência no continente europeu.

 

Embaixador da Boa Vontade do UNICEF, Orlando Bloom conheceu refugiados durante vista a um centro de recepção próximo a Gevgelija, na Macedônia. Foto: UNICEF / Tomislav Georgiev

Embaixador da Boa Vontade do UNICEF, Orlando Bloom conheceu refugiados durante vista a um centro de recepção próximo a Gevgelija, na Macedônia. Foto: UNICEF / Tomislav Georgiev

 

Em visita recente a um centro de recepção de refugiados próximo a Gevgelija, na Macedônia, o ator conheceu histórias de jovens que atravessaram o Mediterrâneo. “Essas crianças viajaram por uma das rotas de migrantes e refugiados mais fatais no mundo. Conversei com algumas que aguentaram jornadas terríveis, frequentemente em condições extremas de clima e muitas levavam consigo apenas os sapatos e a roupa do corpo”, comentou Bloom.

Segundo informações do UNICEF, cerca de 100 mil pessoas já foram registradas na fronteira de Gevgelija, desde junho de 2015. Deste contingente, um terço é composto por mulheres e crianças. No centro de recepção, os refugiados têm acesso a serviços apoiados pela agência da ONU, como alimentação, água, higiene e saneamento básico.

De acordo com Bloom, apesar de receberem assistência neste local, muitos refugiados expressam preocupação com o que acontecerá com suas vidas. ”Eles estão sendo repassados de uma autoridade para outra, cruzando várias fronteiras, sem certeza dos riscos à frente. Se eles chegam com segurança ao seu destino final, eles ainda temem um futuro incerto. Precisamos protegê-los e apoiá-los”, destacou.

Presidente Dilma Rousseff durante abertura do debate geral da 70ª Assembleia Geral das Nações Unidas. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Presidente Dilma Rousseff durante abertura do debate geral da 70ª Assembleia Geral das Nações Unidas. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Leia mais sobre
INTERNACIONAL

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro
Assista ao programa de TV Ciência Aberta
Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo
STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo
Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo
Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo
Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula
Centro Esportivo do Tatuapé: obra abandonada e larvas de pernilongos, vídeo
  • Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro

  • Assista ao programa de TV Ciência Aberta

  • Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo

  • STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo

  • Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo

  • Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo

  • Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula

  • Centro Esportivo do Tatuapé: obra abandonada e larvas de pernilongos, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*