Vinho branco com Peixes e Frutos do Mar


Sexta-feira, 7 de novembro de 2014, às 09h04


Saul Galvão – A cozinha e seus vinhos

Peixes e frutos do mar

Os peixes e frutos do mar pedem brancos. As exceções ficam por conta de peixes feitos com molho de vinhos tintos e algumas receitas de sabor forte e bem temperadas, como um atum num molho acebolado e com pimentão, por exemplo, que podem aceitar um tinto ou um rosado.

Mesmo nos casos de molhos com tintos, é bom escolher um vinho com pouco tanino, pouco adstringente, para fazer o prato e acompanhá-lo à mesa. Um bom tinto nacional, por exemplo. O tanino dos tintos costuma dar um gosto metálico, de maresia, aos peixes.

Os crustáceos, como as lagostas (principalmente as grandes e apenas grelhadas) e os camarões, costumam agradecer a companhia de brancos de classe, como os Bourgogne e outros encorpados feitos com o Chardonnay em vários países (Itália, Espanha, Chile, Austrália, Estados Unidos, etc.).

Um bom Bordeaux branco, principalmente os crus classées, um Riesling de classe da Alsácia, um Rioja, um Sémillon da Austrália também costumam complementar corretamente muitos dos pratos feitos com lagostas e camarões.

Saul Galvão - A cozinha e seus vinhos. Uma taça de vinho branco com vista para uma pequena cidade na Nova Zelândia. Foto: Kimberlee Kessler Design / Stock Photo

DICA

Livro: Saul Galvão – A cozinha e seus vinhos
Editora Senac / 1999

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*