Vizinhança cobra melhorias em praça abandonada na Vila Prudente


Sexta-feira, 19 de setembro de 2014, às 16h45

Rafael Carneiro da Cunha – Da redação da CMSP

Cheia de lixo pelo chão de terra, com poucos brinquedos para a criançada e escura durante à noite. A praça situada entre as ruas Rio Laranjais e dos Pintores, na Vila Prudente, é alvo de reclamações de quem vive no bairro da zona Leste. Os moradores reclamam que ela está abandonada, sem manutenção.

Prefeitura instalou novos brinquedos, mas praça continua suja. Foto: Rafael Carneiro da Cunha

Prefeitura instalou novos brinquedos, mas praça continua suja. Foto: Rafael Carneiro da Cunha

Michele da Silva vai de vez em quando com o filho Samuel, de apenas um ano, à praça. Ela diz que só não frequenta mais o espaço porque não vê muitos atrativos. Já Alisson Fernando prefere não ir com a filha ao local, que considera deplorável. Para ele, é preciso colocar lixeiras – um tonel enferrujado desempenha atualmente a função – e também um aviso para que as pessoas não destruam os brinquedos. Segundo Fernando, há cerca de três meses a prefeitura não faz a limpeza do local.

A reportagem esteve duas vezes na praça. No dia 28/8, encontrou um brinquedo bastante deteriorado, além de sacolas plásticas, copos e outros objetos jogados no chão. Na ocasião, um gari do consórcio Soma, responsável pela varrição das ruas na região, afirmou que frequentemente algum morador pede para que ele também limpe a praça – o que não é responsabilidade dele.

Situação semelhante foi verificada em 14/9, quando até um televisor figurava na paisagem. A mudança ficou por conta dos brinquedos. Na semana anterior, a subprefeitura removeu a casa do Tarzan e colocou dois escorregadores e uma gangorra. Poucos dias depois de instalados, eles já estavam com a pintura desgastada.

Luciene Ferreira é comerciante e lamenta a má conservação dos brinquedos. “Tenho vergonha de dizer que isso é uma pracinha para criança brincar. De zero a dez, a nota é zero. A limpeza é outra vergonha”.

Moradora há mais de 25 anos no bairro e dona de um bar, Maria José da Silva não vê muito futuro para a praça. Todos os dias, por volta das 20h, ela encerra as atividades do estabelecimento e se recolhe em sua casa. Enquanto isso, na praça, jovens do bairro e de lugares vizinho começam a chegar para mais uma “noitada” regada à música alta.

“Fica cheio de gente. Aquele escuro, aquela moçada que usa droga… Eu fico em casa de tocaia, preocupada, esperando minha filha chegar do trabalho”, comenta. Maria José gostaria que fosse feito outra coisa do local. Sua sugestão é que seja construído um posto policial.

Outro lado

De acordo com a subprefeitura da Vila Prudente, o brinquedo removido e levado para a manutenção na semana passada foi instalado em 2011 e estava quebrado por conta de atos de vandalismo. Em relação aos serviços de limpeza, o órgão informou que eles são realizados todas às quartas-feiras.

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*