1956: 1ª Turma do Ascendino
out04

1956: 1ª Turma do Ascendino

Formandos da primeira turma da E. E. ASCENDINO REIS Os jovens da década de 60 com certeza lembram com saudades dos bailinhos pró-formatura. Há quem diga, que um final de semana sem o baile do Ascendino não era um final de semana feliz. Esses que estão na foto, na escadaria da Catedral Metropolitana de São Paulo, conhecida como Catedral da Sé, são os formandos da primeira turma do Ascendino Reis. A Escola Estadual de Segundo Grau Professor Ascendino Reis, no Tatuapé, foi criada em dezembro de 1952. As aulas começaram no dia 9 de fevereiro do ano seguinte, com alunos matriculados em todas as séries ginasiais. Começava então a história de uma das mais tradicionais escolas estaduais do bairro. Em 31 de janeiro de 1957, com a instalação do curso científico, o que era escola transformou-se em colégio. No ano seguinte, devidamente autorizado, instalou-se o curso clássico. Em 07 de outubro de 1961, a Escola Normal, localizada no Tatuapé, foi anexada ao colégio. Durante anos, o Ascendino Reis funcionou apenas no período noturno, no edifício do Grupo Escolar Visconde de Congonhas do Campo, que fica na esquina das ruas Tuiuti e Padre Estevão Pernet. Só em janeiro de 1963, transferiu-se para o prédio da Rua Tuiuti esquina com Rua Azevedo Soares, com os períodos da manhã, tarde e noite dos cursos ginasial, científico, clássico e normal. O cirurgião dentista, Dr. João Perez Filho, lembra com carinho dos tempos de colégio. Estudante do Ascendino Reis, ele que em 1956 fazia parte da primeira turma, jura ter muita história para contar. João lembra que estudava à noite e tinha aulas aos sábados, o que era um tormento para jovens que queriam se divertir nas noites de final de semana. Por esse motivo, os alunos fizeram greve para que as aulas indesejáveis acabassem. Na noite da “paralização” eles teriam uma prova de latim e como quase todos os alunos aderiram ao movimento, o professor Ariovaldo Peterlini deu zero para todos. “Uma vez a metade dos alunos resolveu matar aula. Como não existiam shoppings na época e não havia nenhum outro lugar mais agradável do que o Cine Leste da Praça Sílvio Romero, quase todo o colégio foi para lá. Antes de começar o filme, eles exibiam um documentário. Assim que o mesmo acabou, as luzes do cinema foram acesas e para a nossa surpresa, o nosso diretor Benedito Albuquerque (o Ditão) e o bedel Altino passaram lentamente na frente da tela encarando todos os alunos que estavam no cinema. Eu me abaixei e coloquei o rosto embaixo do encosto da cadeira para que eles não me vissem. Só depois desse passeio do...

Leia mais
Dia Mundial da Alimentação
out04

Dia Mundial da Alimentação

FAO lança atividades do Dia Mundial da Alimentação A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) realizou no dia 1º de Outubro, no Salão Leste do Palácio do Planalto, a cerimônia de abertura das atividades do Dia Mundial da Alimentação 2013, cujo tema é Sistemas Alimentares Sustentáveis para Segurança Alimentar e Nutrição.   Comemorado todos os anos no dia 16 de outubro, data da fundação da FAO, o Dia Mundial da Alimentação tem como objetivo chamar atenção para as questões relacionadas com a produção de alimentos, assim como ampliar a consciência social sobre o problema da fome no mundo. Neste ano, o foco será a importância dos sistemas alimentares e sua sustentabilidade para garantir segurança alimentar e nutricional. O tema é amplo e será abordado em diversas ações diferentes durante o mês de outubro. Para marcar o início dessas atividades, a FAO, em parceria com o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e o Serviço Social da Indústria (Sesi), realiza essa ação no Palácio do Planalto, com a participação de conselheiros do Consea, ministros de Estado, parlamentares e diferentes atores sociais ligados à temática do combate à fome e promoção de segurança alimentar e nutricional. O Programa Cozinha Brasil, do Sesi, ofereceu um coquetel com diversos quitutes preparados de forma sustentável, evitando o desperdício de alimentos e promovendo uma alimentação saudável e balanceada. Para marcar o Ano Internacional da Quinoa, celebrado em 2013, o coquetel incluirá pratos preparados com esse grão andino e as Embaixadas do Peru e da Bolívia oferecerão produtos de quinoa para degustação. http://www.onu.org.br Fonte: FAO   Artista austríaco Friedensreich Hundertwasser (1928-2000) usou cores vivas e formas orgânicas para expressar a reconciliação dos seres humanos com a natureza, noções que ecoam o tema do Dia Mundial da Alimentação deste ano. Imagem: cortesia da Fundação Hundertwasser.  ...

Leia mais
Rede Sustentabilidade foi barrado!
out04

Rede Sustentabilidade foi barrado!

  Registro do Partido Rede Sustentabilidade foi barrado ontem por seis votos contra. O único a favor foi do ministro Gilmar Mendes. A situação de Marina Silva é delicada. Se quiser disputar a presidência deve registrar sua candidatura até amanhã. A decisão de Marina Silva é difícil e a conjunção dos fatos é também dos mais humilhantes, já que outros partidos conseguiram seus objetivos e foram aprovados pelo TSE. Independente das atitudes e origens da fundadora do Rede Sustentabilidade, é aviltante ver que a inscrição desse partido é perdida pelo excesso de burocracia. Uma praga que assola o país de maneira mais nociva do que foi a peste bubônica para o velho continente, ao varrer um terço da população da Europa no século XIV. Aliás, pelas mostras que deixa, a burocracia brasileira ainda está encalacrada na Era Medieval, quando aos reis era atribuída divindade, dando a impressão de que os burocratas também assim se sintam. Esta drástica comparação não se faz apenas pelo esforço em barrar o registro do Rede Sustentabilidade, mas por todos os males que a prática burocrática já causou e continuado, principalmente no que diz respeito aos interesses da população, proporcionando brechas para a decantada corrupção brasileira. É um beco sem saída, onde vivem os burocratas; encontrados nas profundas nuances da síndrome do pequeno poder. O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), convocado para substituir o ministro Dias Toffoli do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deixou claro que a burocracia cartorial impetrada no Brasil é arcáica. “Essa contagem de assinaturas e verificação de firma é de um Brasil do passado. Nos obriga a dizer: vamos atualizar essa Justiça e informatizar esses cartórios”, afirmou ontem (03/10/2013), sendo seu o único voto a favor do registro do partido da candidata à presidência, que decide hoje se vai concorrer ao cargo por outro partido. Os outros seis ministros sustentaram as regras dispostas em lei. Casuísmo vergonhoso Gilmar Mendes destacou que assinaturas de apoio ao Partido Rede Sustentabilidade de pessoas públicas foram rejeitadas e relembrou ainda que foi ele a conceder liminar que suspendeu a tramitação de um projeto que inibia a criação de novos partidos. “Essa votação só não ocorreu, o que seria uma vergonha para este país, por uma liminar por mim concedida. O tribunal indeferiu o mandado de segurança. O próprio debate que se travou no tribunal inibiu, envergonhou a desfaçatez dos que queriam aprovar. É preciso contextualizar a discussão que estamos fazendo”, exaltou-se. O texto tentava impedir que parlamentares que mudassem de partido no meio do mandato transferissem para a nova legenda parte do Fundo Partidário e do tempo de propaganda no rádio e na...

Leia mais