Alckmin inaugura nova sede da Secretaria de Agricultura e Abastecimento
abr04
Leia mais
Governador recebe deputada venezuelana María Corina Machado
abr04
Leia mais
Surto de dengue assusta moradores
abr04

Surto de dengue assusta moradores

A notícia está em cada casa. Mosquitos são vistos a todo momento, nas escolas e residências. Muitos estão culpando o mato alto, as chuvas que podem representar um perigo ao mínimo descuido. A verdade é que a Prefeitura está tomando algumas providências; a Joven Pan noticiou nesta manhã um aumento de 50% dos casos na última. Ouça o áudio da rádio Joven Pan Saiba mais...

Leia mais
Prefeitura combate dengue em áreas críticas
abr04

Prefeitura combate dengue em áreas críticas

Prefeitura intensifica ações de combate à dengue em distritos considerados críticos. Na média, a capital tem taxa de incidência com média de 10,4 casos para cada 100 mil habitantes. Número de notificações disparou em distritos próximos a Osasco: Lapa, Jaguaré e Rio Pequeno, na zona oeste, além de Tremembé (norte) e Vila Jacuí (leste). O registro de casos de dengue neste ano em São Paulo aumentou em 15,4% na comparação com o mesmo período de 2013. A comparação é feita considerando as notificações recebidas nas primeiras 13 semanas epidemiológicas e pode variar na medida em que os casos são notificados pelas unidades de saúde. Até o momento, foram notificados 1166 casos de dengue em 2014, o que resulta em uma taxa de incidência de 10,4 (casos para cada 100 mil habitantes) considerada baixa, de acordo com o Ministério da Saúde. Em 2013, foram registrados 2.617 casos e índice 23,3. “São Paulo sempre teve a metade do índice que o Ministério preconiza como de baixa incidência. Mas temos que estar sempre com precaução para não deixar esse índice superar esse patamar baixo”, disse o secretário municipal da Saúde, José De Filippi Jr. “Nós estamos na semana de número 14 agora. Os dados são referentes a semana de número 13 e, por um acompanhamento epidemiológico de todos os últimos anos e da incidência da dengue, sabemos que a semana crítica é a 16, daqui duas semanas, portanto. É preciso essa ação preventiva desde já”. De acordo com o secretário, a ausência de chuvas neste Verão atrasou o aparecimento e transmissão da doença, já que as larvas do mosquito aedes aegypti dependem da água para chegarem na fase adulta, quando o mosquito se torna transmissor da doença. “O que identificamos é que existe uma defasagem em relação aos outros anos de duas a três semanas. Temos de nos preparar porque o pico que acontecia em março, vai acontecer em abril”, explicou o secretário. A Supervisão de Vigilância em Saúde (SUVIS) da região da Lapa e do Jaguaré vem realizando ações de prevenção e combate ao mosquito. Ao todo, já foram realizados 230 bloqueios de criadouros (cada bloqueio equivale em média a nove quarteirões e 500 imóveis) e 224 bloqueios de nebulização (aparelho costal). Além disso, três operações Cata-Bagulho foram realizadas em parceria com as subprefeituras para a retirada de lixos que possam acumular água. Na segunda (7), a COVISA, em parceria com a Subprefeitura Lapa/Pinheiros e Prefeitura de Osasco farão ação conjunta na mesma região. As ações realizadas de casa a casa e a nebulização serão ampliadas nos dois municípios. Durante as ações as equipes distribuem toucas para caixa d’água, uma tela...

Leia mais
Scania quer encontrar MMCB
abr04
Leia mais

Teatro infantil

Teatro Alfa apresenta A Rainha Procura, com a Cia do Quintal, eleito Melhor Espetáculo Infantil pela APCA 2013 Espetáculo da trupe do Jogando no Quintal, direcionado para família, utiliza a improvisação e jogos teatrais com a participação da plateia. Ganhador do Prêmio APCA 2013, está indicado em 5 categorias ao Prêmio Femsa Cesar Gouvêa comanda a segunda peça infantil da Cia do Quintal – conhecida por seu trabalho de jogos e improvisação com o espetáculo Jogando no Quintal. Encenado sobre um tabuleiro de xadrez, A Rainha Procura narra a trajetória de uma monarca (Rhena de Faria), que, após perder o marido e seu exército numa batalha, decide procurar novos integrantes para a corte. A personagem conta com a ajuda de um peão (Álvaro Lages), o único sobrevivente da guerra. Mas, apenas dois palhaços aparecem para preencher as vagas, que deveriam ser ocupadas por cavaleiros e bispos. Serviço: Teatro Alfa – Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro – Fone 11 5693 4000. Site: www.teatroalfa.com.br A Rainha Procura – De 05 de Abril a 01 de Junho. Sábados e domingos, 16h. Duração: 60 minutos. Classificação: Recomendado para crianças a partir de 4 anos. Ingressos: Crianças R$ 15,00. Adultos R$ 30,00. Capacidade: 204 lugares. Estacionamento: Valet Park – R$ 20,00 e Self Park – R$15,00. Como comprar: Pela internet: A compra via internet está sujeita a cobrança de taxa de conveniência e taxa de entrega. Por Telefone: Bilheteria do Teatro Alfa: 11 5693.4000 e 0300...

Leia mais