Não vai ter copa!
abr29

Não vai ter copa!

Gerson Soares 30 de abril, atualizado às 8h30. A polícia militar divulgou que o número de manifestantes de ontem, cuja concentração foi iniciada na Rua Tuiuti, chegou a mais de 800 pessoas. Ontem, durante a manifestação a PM dizia que não passava de 300. Esse número foi elevado para 500 e hoje chegou à marca dos 800, número que expressa melhor o que pode ser visto.   Tatuapé, São Paulo – Passava das 20h quando a manifestação contra a realização da Copa do mundo da Fifa, tomou corpo e começou sua caminhada em direção ao centro da cidade.   A concentração aconteceu na Rua Tuiuti esquina com a Radial Leste, palco de uma das maiores manifestações contra o atual governo na zona Leste de São Paulo, em junho do ano passado. Nesta noite, o movimento, em sua maioria de jovens, reclamou ordeiramente contra a realização da Copa do mundo que começa no dia 12 de junho em São Paulo, mas para eles a palavra de ordem era: “Não vai ter Copa”. A polícia militar conseguiu garantir que a manifestação se dirigisse para o Viaduto Padre Adelino ao invés de fechar a Radial Leste na estação Tatuapé do Metrô. Os manifestantes seguiram até a Av. Álvaro Ramos pela Rua Padre Adelino e então tomaram a pista bairro-centro da avenida mais movimentada da zona Leste, que ficou paralisada nos dois sentidos até que o último manifestante a atravessasse. Neste momento devem estar chegando ao centro da cidade de São Paulo, conforme informou um dos manifestantes. Os acompanhamos da estação Tatuapé até o metrô Belém, e neste trajeto não houve tumultos ou quaisquer tipos de arruaças por parte dos manifestantes. Policiais militares e a tropa de choque seguiu escoltando-os a pé e nas viaturas, pacificamente, sem alterações de comportamento de ambos os lados até há pouco quando os deixamos embaixo da passarela do metrô Belém. Outro movimento que expunha uma faixa com os dizeres Unfair Players, se juntou aos demais e seguiram na direção do centro, repetindo ao som dos tambores, as palavras de ordem “Não vai ter copa”. O governo de Dilma Roussef se preocupa com essas manifestações e o congresso se apressa em aprovar leis para coibir alguns tipos de movimentos e garantir as ações das polícias nas cidades-sedes onde ocorrerão os jogos. Quem acompanha os manifestantes sabe que será um embate difícil, pois a Copa do mundo se tornou não uma pedra no sapato, mas um paralelepípedo no colo da organização. Os bilhões gastos não justificam nem retratam a realidade do país, onde os casos mais escabrosos desde a saúde até a educação, escandalos seguidos entre Mensalão, Petrobrás, doleiro,...

Leia mais
Não vai ter Copa, ao som dos tambores
abr29

Não vai ter Copa, ao som dos tambores

Gerson Soares Num ritmo bem compassado, pacificamente, os mais de 500 manifestantes deram o seu recado ao governo. Diretamente do coração do Tatuapé, uma das portas de entrada da zona Leste, onde diariamente milhares de pessoas se esmagam para entrar no metrô, sair dos trens ou embarcar nos ônibus, eles mandaram bem como se diz. A decepção é grande com a realização de uma copa do mundo no país que há muito tempo deixou de ser o país do futebol para se tornar o país da corrupção e dos desmandos governamentais, corrompendo até mesmo o próprio futebol. Assista o vídeo deste dia 29 de abril....

Leia mais
Não vai ter… Copa
abr29

Não vai ter… Copa

Gerson Soares Assista o início desta reportagem sobre a manifestação contra a realização da Copa da Fifa no Brasil. A concentração aconteceu na esquina da Rua Gonçalves Crespo com a Rua Tuiuti, no Tatuapé em São Paulo, nesta noite do dia 29 de abril.

Leia mais
Manifestação no Tatuapé, contra a Copa
abr29

Manifestação no Tatuapé, contra a Copa

Manifestantes estão reunidos neste momento para protestar contra a Copa 2014 que será realizada no Brasil. A Polícia Militar está posicionada para impedir o fechamento da Radial Leste, mas os manifestantes já fecharam a Rua Tuiuti e os ônibus não conseguem chegar nem sair do Terminal. Os protestos no Tatuapé contra a realização da Copa do Mundo no Brasil tomaram as passarelas do metrô. As pessoas estão voltando para casa a pé, pois não há táxis por perto. O ponto de táxi na Praça Sílvio Romero estava vazio agora...

Leia mais
Canoagem brasileira
abr29

Canoagem brasileira

A Confederação Brasileira de Canoagem, informa que atletas brasileiros participarão da 1ª Etapa da Copa do Mundo de Canoagem Velocidade. Ana Paula Vergutz, Mayara Cardozo, Ariela Pinto, Celso Dias de Oliveira Júnior, Edson Isaías Freitas da Silva, Erlon de Souza Silva, Isaquias Queiroz dos Santos, Nivalter Santos Jesus e Ronílson Matias de Oliveira estão em Milão, na Itália, para a disputa do evento que acontece de 2 a 4 de maio e é considerado o primeiro grande desafio da equipe brasileira na Europa. A 2º Etapa da competição ocorre ainda no mês de maio, entre os dias 16 e 18, em Racice, na República Tcheca. A equipe técnica é formada por Jesús Morlán, Rui Fernandes e Lauro de Souza Júnior. Para o técnico da seleção de caiaque, Rui Fernandes, a meta principal é chegar a Final A. “Vamos lutar para chegar à Final A, assim poderemos conquistar medalhas”, explica. As provas serão realizadas no lago artificial de Idroscalo que fica dentro de um complexo esportivo de cerca de um milhão e meio de metros quadrados, na parte leste de Milão. A equipe brasileira participa da competição com apoio do Comitê Olímpico Brasileiro e Solidariedade Olímpica...

Leia mais
Agrishow 2014: IEA e SMA avaliam os sete anos do protocolo agroambiental
abr29

Agrishow 2014: IEA e SMA avaliam os sete anos do protocolo agroambiental

“Protocolo Ambiental – Panorama de 2007 a 2014” é o tema do painel que será apresentado pela pesquisadora Marli Dias Mascarenhas Oliveira, diretora do Instituto de Economia Agrícola (IEA/Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento e Isabel Fonseca Barcellos, diretora do Departamento de Desenvolvimento Sustentável da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, na próxima quarta-feira, 30 de abril, em evento promovido pelo Canal Rural, na Agrishow 2014. São Paulo é o maior produtor de cana de açúcar do país, respondendo por 55% da produção nacional, o que lhe garante a primeira posição na produção e exportação de açúcar e etanol. O mais importante produto da agropecuária paulista, que em 2013 atingiu quase 47% do VPA (Valor da Produção Agropecuária), conforme levantamento realizado pelo IEA, também está na mira dos ambientalistas e procura se adequar às diretivas do Protocolo Agroambiental e melhorar as condições de trabalho. Os dados apontam uma grande mudança desde o início do protocolo na safra 2006/2007, quando mais de 65% da cana colhida em São Paulo era submetida à queima. No ano de 2013, mais de uma centena de unidades agroindustriais e milhares de fornecedores de cana, por meio de suas associações, obtiveram o Certificado Etanol-Verde. As signatárias do Protocolo são responsáveis por aproximadamente 94% da produção paulista e 48% da produção nacional de etanol. Estas e outras informações, além de um diagnóstico do setor e avaliação de todos os aspectos que envolveram os sete anos de implantação do Protocolo Ambiental serão abordadas pelas pesquisadoras. Após a apresentação, haverá um debate sobre o tema. Os participantes do evento também poderão conhecer as publicações do Instituto de Economia Agrícola e obter mais informações sobre os produtos e serviços do IEA, basta comparecer ao estande da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. Serviço: Painel: Protocolo Ambiental – Panorama de 2007 a 2014 Data: 30/04 Horário: 9h30min Local: Auditório do estande do Canal Rural na Agrishow. Rua B1A1 – próximo à portaria principal.   Saiba mais sobre a Agrishow Agrishow 2014 foi aberta pelo governador de SP Alckmin promete mais recursos para a agricultura estadual...

Leia mais

Agrishow 2014 foi aberta pelo governador de SP

Alckmin anuncia licitação do Museu da Agricultura e investimentos para o setor na Agrishow 2014. Na abertura do evento, ocorreu ainda o lançamento da PTV Eletrônica e o anúncio oficial da campanha de vacinação contra a febre aftosa. O governador Geraldo Alckmin anunciou ontem (28), em Ribeirão Preto, a licitação do Museu da Agricultura, que será instalado entre a Agrishow e a Estação Experimental da Agricultura, do Governo do Estado. Com projeto de R$ 16 milhões, o museu terá edital publicado em 30 dias. As informações são da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA), segundo o órgão estadual, o futuro espaço será interativo, abrigará exposições e contará com acervo composto por máquinas, implementos e equipamentos, além de material histórico, numa parceria com a Secretaria da Cultura. “O museu mostrará toda a história da evolução tecnológica do setor. E será também virtual, possibilitando às pessoas do país inteiro e do exterior acessarem”, informou Alckmin. “Não é um museu na acepção da palavra, que dá uma sensação de coisa estática e passada. Ele tem características diferentes, por ser essencialmente interativo, dinâmico e de olhar para o futuro. Cada instalação tem de dar um ensinamento ou criar uma perplexidade”, descreveu Sérgio Silva de Freitas, presidente do Catavento e responsável pelo Museu da Agricultura. O projeto é assinado pela arquiteta Lara Grimaldi Pereira Rojas. Segundo Freitas, a ideia é abranger a agricultura em todos seus aspectos, além do econômico, como o social, o de sustentabilidade e o tecnológico. Também haverá exibição de maquinário antigo. “Queremos mostrar a evolução desse setor, o que foi feito no passado e o quanto está crescendo. Mas não é para agrônomos, é para não-agrônomos! Imagino dois tipos de público: nos fins de semana, famílias; durante a semana, estudantes.” A próxima etapa é a construção do prédio, que ocorre em paralelo com o “recheio”, ou seja, a criação das instalações por uma equipe composta por cenógrafos, decoradores e os executores. O projeto executivo do prédio está pronto, deve ser licitado em 30 dias e a obra concluída em um ano e meio, salvo dificuldades extraordinárias. Nesse período, as instalações também ficarão prontas. O sucesso do Catavento, com cinco anos de existência e público entre dois e três mil visitantes por dia, foi o que motivou o governador a convidar Freitas para encabeçar o novo projeto. “É essa experiência e as parcerias de sucesso que vamos trazer ao Museu da Agricultura”, disse o responsável pelo Museu.   Saiba mais sobre a Agrishow Alckmin promete mais recursos para a agricultura estadual Agrishow 2014: IEA e SMA avaliam os sete anos do protocolo...

Leia mais