Band promove 1º debate com presidenciáveis hoje às 22h
ago26

Band promove 1º debate com presidenciáveis hoje às 22h

Terça-feira, 26 de agosto de 2014 às 11h26 – Atualizado às 18h04   Rede Bandeirantes promove o primeiro debate com os candidatos à Presidência da República, na noite de hoje. Gerson Soares Os canais da Rede Bandeirantes e o Portal da Band transmitem a partir das 22h, ao vivo para todo o país, o primeiro encontro com os candidatos Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB), Pastor Everaldo (PSC), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV) e Levy Fidelix (PRTB).     Segundo a emissora, o internauta que acompanhar o debate através do Portal da Band, também poderá conferir os bastidores e uma análise especial do evento com os cientistas políticos Pedro Fassoni e Vera Chaia, ambos da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). A partir das 20 horas, os internautas já poderão conferir os bastidores, com fotos dos convidados e entrevistas com autoridades. O momento em que o país vive, confere uma importância ainda mais especial ao encontro dos presidenciáveis que estarão frente a frente. Para Marina Silva esta será uma boa oportunidade. Apesar de ser uma das mais bem cotadas ao cargo, o horário da propaganda política destinado à candidata, é muito menor do que o dos concorrentes. Enquanto Dilma possui 11 minutos e 24 segundos e Aécio Neves fica com 4 minutos mais 35 segundos, Marina Silva, que substituiu Eduardo Campos – falecido em acidente aéreo no dia 13/8 – vai dispor de apenas 2 minutos e 3 segundos para sua propaganda eleitoral. As regras para o debate foram definidas após encontros com os partidos e terá seis blocos. A apresentação será do jornalista Ricardo Boechat, comandante do Jornal da Band. Últimos ajustes Os estúdios da Band, no Morumbi, em São Paulo, recebem os últimos ajustes para o primeiro debate entre os candidatos à presidência, uma tradição do Grupo Bandeirantes, que destacou cerca de 300 profissionais que estarão envolvidos nos trabalhos. Foram credenciados cento e cinquenta profissionais de imprensa para a cobertura do evento. Segundo divulgado pelo Portal da Band (onde nos intervalos os internautas poderão acompanhar análises exclusivas), entre os convidados estão Michel Temer, vice-presidente da República; Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal; Renan Calheiros, presidente do Senado Federal; Henrique Eduardo Alves, presidente da Câmara dos Deputados; Alberto Toron, juiz do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo; Roberto Setubal, presidente do Itaú Unibanco; Jorge Nasser, diretor de marketing do Bradesco; Joesley Batista, presidente da JBS; Caco Alzugaray, presidente da Editora Três e o empresário Carlos Jereissati. Com informações do Portal da...

Leia mais
Reitores das universidades estaduais são convocados à CFOP
ago26

Reitores das universidades estaduais são convocados à CFOP

Terça-feira, 26 de agosto de 2014 às 16h59 Crise das instituições será o tema abordado Por Marina Mendes Nesta terça-feira (26), a Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento (CFOP), presidida pelo deputado Mauro Bragato (PSDB), reuniu-se para deliberar sobre sua pauta. Foi aprovado requerimento do deputado Bragato que convoca o reitor da USP, Marco Antonio Zago, e o reitor da Unicamp, José Tadeu Jorge e a reitora em exercício da Unesp e presidente do Cruesp, Marilza Vieira Cunha Rudge, para prestarem informações em relação à crise das universidades estaduais paulistas. Dentre os PLs que tiveram seu parecer aprovado, está o 738/2013, da deputada Vanessa Damo (PMDB), que propõe a criação do Programa de orientação em saúde e atendimento social às gestantes e a implantação de medidas de informação da Política Nacional de Atenção Obstétrica e Neonatal do Estado. Banheiros adaptados Também foi aprovado o parecer do Projeto de Lei 758/2013, do parlamentar André Soares (DEM), que garante à pessoa ostomizada a acessibilidade aos sanitários de uso público, estabelecimentos comerciais e eventos públicos ou privados, mediante a instalação de aparelhos adaptados para a prática de sua higiene e que acatem suas necessidades. Para que seja possível essa pessoa utilizar estes banheiros, será necessário à instalação de vaso sanitário normal ou infantil com anteparo seco e sistema de descarga, preferencialmente fixado na parede, para descarte da substância das bolsas, ventilação adequada e a sinalização na entrada para que indique a adaptação. Também participaram da CFOP os deputados Hamilton Pereira e Beth Sahão (ambos do PT), Maria Lúcia Amary (PSDB), Edson Giriboni (PV), Orlando Bolçone (PSB) e Osvaldo Verginio...

Leia mais
Parlamento paulista homenageia Exército Brasileiro
ago26

Parlamento paulista homenageia Exército Brasileiro

Terça-feira, 26 de agosto de 2014 às 16h59   Por Josué Rocha ALESP – O Exército Brasileiro foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP) em sessão solene realizada na sexta-feira, 22/8. A cerimônia foi alusiva à comemoração do Dia do Soldado, celebrado oficialmente no dia 25 de agosto, data de nascimento do patrono do Exército nacional, marechal Luiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias.     O comandante militar da região Sudeste, general João Camilo Pires de Campos, lembrou que Caxias, nascido em 1803, prestou juramento à Bandeira nacional com apenas 14 anos de idade. O militar, embora tenha apontado várias batalhas vitoriosas enfrentadas por Caxias, ressaltou que, pelas estratégias usadas nesses conflitos, ele é alcunhado de pacificador. O general João Camilo explanou que o patrono do Exército legou aos militares o exemplo da “honra, coragem, ética, disciplina, amor à pátria e camaradagem aos colegas de farda”. Ele finalizou afirmando que Luiz Alves de Lima e Silva foi o único brasileiro condecorado com o título de duque, conferido em 1865, pelo imperador D. Pedro 2º. Fernando Capez (PSDB), deputado proponente da solenidade – que contou com centenas de militares do Exército –, declarou que o fato de o integrante das Forças Armadas jurar sacrifício da própria vida em prol da nação o coloca num patamar diferenciado em comparação às outras profissões.     O presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado, juiz Paulo Adib Casseb, também enalteceu as qualidades de Duque de Caxias e destacou várias ações do Exército nacional, que atua em regiões de fronteira e outros locais longínquos e inóspitos, realizando não só a segurança do território brasileiro, mas também levando socorro médico e assistência social a comunidades situadas nesses locais de difícil acesso. “A sociedade brasileira precisa conhecer mais a atuação do Exército Brasileiro para que possa reverenciar ainda mais essa instituição”, declarou o...

Leia mais
Projeto institui “Dia da Abolição Animal”
ago26

Projeto institui “Dia da Abolição Animal”

Terça-feira, 26 de agosto de 2014 às 16h42   O dia 18 de outubro de 2013, ficou marcado pela maior ação de ativismo em prol dos animais já vista no Brasil. Nessa data grupo de ativistas libertaram, em uma única ação, 178 cães da raça Beagle (todos foram adotados) e 7 coelhos usados em testes no Instituto Royal. Semanas depois centenas de ratos também foram libertados, de acordo com Monica Campos, membro da Frente Antivivisseccionista do Brasil, uma comunidade que desaprova testes com animais. O autor do Projeto de Lei é o deputado Ricardo Izar (PSD/SP) que defende que os testes em animais sejam realizados através de métodos substitutivos. Segundo Adriana Khouri, uma das responsáveis pela ação no Instituto Royal e presidente da ONG Frente Antivivisseccionista do Brasil, “o país já conta com métodos substitutivos, falta apenas validá-los”. Desde 2009 a União Europeia proíbe os testes de cosméticos em animais e há um ano também passou a ser proibida a venda de cosméticos testados em animais. Conheça o Projeto de Lei na íntegra Saiba mais Conheça o Projeto de Lei na...

Leia mais
AGU garante preço de medicamentos
ago26

AGU garante preço de medicamentos

Terça-feira, 25 de agosto de 2014 às 15h06 AGU assegura aplicação de norma que proíbe preço diferente na compra de medicamentos por cartão de crédito Farmácias não podem cobrar valores adicionais na venda de produtos farmacêuticos efetuada por meio do cartão de crédito. A regra foi garantida pela Advocacia-Geral da União (AGU) que comprovou, na Justiça, a validade da Portaria nº 118/1994 do Ministério da Fazenda que impede a fixação de valores diferenciados de acordo com o tipo de pagamento.     A norma foi questionada pela Associação do Comércio Farmacêutico do Estado do Rio de Janeiro (Ascoferj) com o argumento de que a portaria não encontra suporte legal. Segundo a entidade, o varejo farmacêutico do RJ se submete à Lei nº 10742/2013, que criou a Câmara de Medicamentos (Cmed) com a função de regulamentar a economia do mercado. Afirmou ainda que não há legislação que proíba cobrança de preços diferentes para os diversos meios de pagamento. A Procuradoria-Regional da União da 2ª Região (PRU2) sustentou que a Portaria criada para proteger o consumidor. Informou que o uso do cartão de crédito é uma vantagem para o comerciante e a cobrança de preços diferenciados é prática abusiva. A AGU defendeu que a Lei nº 10.962/2004 prevê como infração atribuir ao consumidor preços distintos para o mesmo produto. Destacou também que a Cmed regula o mercado de medicamentos, mas não estipula um tabelamento oficial, pois tem como objetivo evitar abusos e prejuízo ao consumidor por conta da competição entre os laboratórios farmacêuticos. A 27ª Vara Federal do Rio de Janeiro acolheu os argumentos apresentados pela AGU e indeferiu o pedido da associação. “A existência de uma regulação específica para o setor farmacêutico, para evitar abusos em um mercado competitivo como o dos laboratórios farmacêuticos, e assegurar a existência farmacêutica à população, não impede o controle das práticas abusivas ao consumidor pela Portaria 118/1994 do Ministério da Fazenda”, diz um trecho da decisão. A PRU2 é uma unidade da Procuradoria-Geral da União, órgão da...

Leia mais
A candidata Marina Silva visita a Bienal do Livro em SP
ago26

A candidata Marina Silva visita a Bienal do Livro em SP

Terça-feira, 26 de agosto de 2014 às 11h26 Educação de qualidade passa pelo incentivo à leitura, diz Marina na Bienal do Livro Educação de qualidade é foco prioritário para a presidenciável da Coligação Unida pelo Brasil, Marina Silva, e foi o que motivou sua visita, na tarde desta terça-feira, à 23ª Bienal do Livro, em São Paulo, ao lado de seu vice, Beto Albuquerque. Cercada por jovens estudantes e adolescentes por todo o tempo em que esteve no pavilhão da feira de livros – e incapaz de negar os incontáveis pedidos para selfies – Marina levou quase uma hora para percorrer meros 100 metros. Mais que isso, a candidata repetiu a todos o mesmo conselho: ler e estudar é muito importante.     “Nós queremos dar foco à educação qualidade para que as pessoas sejam capazes de acessar ocupações que melhorem suas vidas e, principalmente, para formarmos cidadãos de acordo com as necessidades do nosso País”, ressaltou Marina. “A nossa visita à Bienal é para deixar bem claro que a educação tem dois processos. Um de formação escolar, onde defendemos a preparação de tempo integral. Outro que envolve outros agentes e, por isso, queremos valorizar o exercício da leitura, como uma forma de completar a formação, com a valorização de bibliotecas e equipamentos públicos que favoreçam a leitura”. O comprometimento de Marina com a área educacional vem de longa data. Aluna tardia, alfabetizada na adolescência, ela cultiva carinho especial pelos livros. “Que sorte poder entrar aqui e folhear um livro que fala justamente sobre a arte da leitura”, festejou Marina, ao visitar um dos estandes e encontrar na prateleira a obra do educador Paulo Freire “A importância do ato de ler”. A candidata acabou presenteada com o exemplar pelo atendente Marcel Cleante. Melhorar a educação no Brasil, afirma, passa por melhorar as verbas de ensino. Perguntada sobre o tema, Marina respondeu que já está aprovada pelo Congresso a destinação de 10% do PIB para a Educação. “O que nós vamos fazer é assumir o compromisso de antecipar para quatro anos a metas para o ensino integral, que estavam previstas para oito anos”, garantiu. Marina fez questão de frisar que uma educação de qualidade passa por uma valorização econômica e simbólica dos professores. Educação boa é a educação que forma cidadãos para o exercício da cidadania, frisou. Na chegada à Bienal, Marina recebeu dos organizadores do evento, a Câmara Brasileira do Livro (CBL), uma carta pedindo sua atenção para iniciativas que venham a incentivar à leitura, e que são praticadas com sucesso em países da Europa e também em alguns da América Latina, como Argentina e Chile. A candidata à...

Leia mais