A derrocada do PT perante a sociedade?


Quarta-feira, 22 de abril de 2015, às 08h21


capa veja ptA capa da revista Veja desta semana, trouxe em manchete um tétrico resumo sobre as reportagens que exibe no seu interior. Trata-se de informações a respeito do PT (Partido dos Trabalhadores) e sua faina. Segundo a revista, a prisão de João Vaccari mostra que o PT atuava como organização criminosa no escândalo do Petrolão.

Diz o título, seguido por chamada: “Espécie em Extinção? Dois tesoureiros presos, um ex-presidente acuado, uma presidente que terceirizou o poder, bancadas parlamentares envergonhadas e um escândalo atrás do outro. Nem o PT resiste”.

Apesar de todos os reveses, o partido continua no poder após 12 anos e deverá assim manter-se, pelo menos até o final do mandato da atual presidente Dilma Roussef. Apesar das manifestações e conversas de bastidores sobre um possível impeachment da presidente, muitos não acreditam nessa possibilidade.

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil
Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo
Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo
Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo
Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores
Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo
Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo
Itália em São Paulo
  • Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil

  • Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo

  • Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo

  • Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo

  • Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores

  • Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo

  • Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo

  • Itália em São Paulo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*