Cidadão terá acesso às causas de direitos do consumidor, diz MP-SP


Sexta-feira, 23 de outubro de 2015, às 12h07


No novo site criado pelo Ministério Público, a população poderá verificar se tem direito à restituição de valores, decisões judiciais e TACs.

Do MP/SP

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP/SP) integra, a partir desta sexta-feira (23/10), o site Consumidor Vencedor, uma plataforma que dá acessos aos cidadãos a informações sobre vitórias obtidas na defesa coletiva dos consumidores.

 

Consumidor brasileiro é enganado diariamente pelas grandes empresas que não temem a justiça. As imagens mostram os ícones do novo site do Ministério Público. Imagens: reprodução

Consumidor brasileiro é enganado diariamente pelas grandes empresas que não temem a justiça. As imagens mostram os ícones do novo site do Ministério Público. Imagens: reprodução

 

O projeto tem o objetivo de informar aos cidadãos o resumo das decisões judiciais obtidas nas ações judiciais promovidas pelo MP em benefício dos consumidores, além dos Termos de Ajustamento de Conduta (TACs) nos quais os fornecedores se comprometeram com o MP a adequarem suas práticas às normas de proteção dos consumidores.

O projeto engloba casos de 12 áreas: alimentação, habitação, produtos, comércio, informação, saúde, educação, internet, serviços, finanças, lazer e transportes.

 


Acesse: Consumidor Vencedor


 

Por meio da plataforma, é possível ao cidadão verificar se tem algum valor a receber nos casos em que há restituição de valores cobrados indevidamente e/ou indenização dos prejuízos sofridos. O site ainda permite que seja denunciado o descumprimento, pelas empresas, dos TACs e das decisões judiciais e que seja feito acompanhamento do andamento de uma denúncia.

Iniciado em dezembro de 2012, o Consumidor Vencedor, idealizado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, possui hoje cerca de 2,1 mil documentos (entre ACPs, TACs ou decisões judiciais) cadastrados.

De acordo com a assessoria do MP/SP, os processos do estado de São Paulo poderão ser vistos por volta do dia 10 de novembro, mas a previsão ainda não pode ser confirmada. No entanto, já é possível ao consumidor observar os procedimentos jurídicos em outros estados brasileiros.

 

PNUD: Diferenças regionais no acesso à justiça chegam a 1000% no Brasil. Foto: EBC

PNUD: Diferenças regionais no acesso à justiça chegam a 1000% no Brasil. Foto: EBC

Leia mais sobre
JUSTIÇA

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil
Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo
Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo
Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo
Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores
Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo
Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo
Itália em São Paulo
  • Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil

  • Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo

  • Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo

  • Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo

  • Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores

  • Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo

  • Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo

  • Itália em São Paulo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*