Compensação por construção em áreas de ZEIS é aprovada na Câmara Municipal de SP


Sexta-feira, 3 de julho de 2015, às 09h37


Os vereadores Police Neto, Toninho Vespoli e Patrícia Bezerra votaram contra o projeto, que viabiliza a doação de áreas para a prefeitura como compensação para regularizar construções.

CMSP | Na sessão extraordinária desta quinta-feira (2/7), os parlamentares aprovaram de forma definitiva o Projeto de Lei (PL) 157/2014, de autoria do Executivo, que estabelece critérios e procedimentos para destinação de área construída para HIS (Habitação de Interesse Social) em ZEIS (Zonas Especiais de Interesse Social).

 

Vereadores discutem em plenário sobre as ZEIS (Zonas Especiais de Interesse Social). Foto: Luiz França /CMSP

Vereadores discutem em plenário sobre as ZEIS (Zonas Especiais de Interesse Social). Foto: Luiz França /CMSP

 

O vereador Paulo Fiorilo (PT) explicou que, na prática, a proposta estabelece a obrigatoriedade de compensação com doação de áreas para prefeitura, no perímetro da subprefeitura correspondente, por conta de empreendimentos que foram construídos em áreas de ZEIS e que não poderiam.

“Isso vale para aqueles que estavam irregulares, não é ideia de uma anistia, mas sim para resolver casos pontuais. O projeto também acaba por estabelecer a possibilidade de construção de mais HIS em áreas de que não eram de ZEIS, o que aumenta a construção de interesse social na cidade de São Paulo”, explicou.

O texto do Executivo recebeu 39 votos a favor e apenas três contrários, um deles do vereador José Police Neto (PSD), que chegou a apresentar um substitutivo ao PL, que não prosperou. O parlamentar destacou que embora suas contribuições não tivessem avançado, ao menos a compra de áreas de ZEIS foi retirada.

“Se avançou pouco, a única coisa que conseguiu se extrair é que não pode mais comprar ZEIS, porque originalmente no projeto encaminhado a Casa, qualquer um da sociedade poderia comprar uma ZEIS e mudar o zoneamento, ai nós achávamos que era uma agressão”, comemorou.

Além de Police, também votaram contra a proposta os vereadores Toninho Vespoli (Psol) e Patrícia Bezerra (PSDB).

Vereadores da Comissão de Trânsito durante aprovação do parecer do PL que diminui a pontuação na CNH de doadores de sangue. Foto: Luiz França / CMSP

Vereadores da Comissão de Trânsito durante aprovação do parecer do PL que diminui a pontuação na CNH de doadores de sangue. Foto: Luiz França / CMSP

Leia mais sobre
ALÔ SÃO PAULO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil
Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo
Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo
Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo
Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores
Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo
Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo
Itália em São Paulo
  • Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil

  • Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo

  • Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo

  • Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo

  • Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores

  • Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo

  • Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo

  • Itália em São Paulo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*