Direto do gabinete: CPI das Órteses e Próteses


Quarta-feira, 29 de julho de 2015, às 17h23


Ricardo Izar, considerado um dos melhores deputados federais do país pela avaliação da revista Veja e do jornal Folha de São Paulo, faz avaliação positiva da CPI das Órtese e Próteses.

Alô São Paulo | Exclusivo

O deputado Ricardo Izar (PSD-SP), vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito que investigou a máfia das órteses e próteses no Brasil, fez um balanço positivo dos trabalhos desenvolvidos pela comissão, no primeiro semestre deste ano.

 

Ilustração: sobrefoto | aloart. Fotos: Wikipedia / Stock Photos

Ilustração: sobrefoto | aloart. Fotos: Wikipedia / Stock Photos

 

“A CPI cumpriu o seu propósito de dar o alerta para a sociedade de que o Legislativo está disposto a atuar para coibir práticas ilegais. O mais importante desta CPI é que não foi apenas investigativa, mas também propositiva”, analisou nesta terça-feira (28).

O relatório aprovado pela comissão propõe quatro projetos de lei para coibir as fraudes no mercado de implantes médicos. Os projetos trazem sugestões para modernizar a regulamentação do setor de implantes, barrar práticas comerciais abusivas regulando preços através da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos – que atualmente regula apenas esse setor – e dar transparência à relação entre médicos e empresários.

Conforme informou a assessoria do deputado, de acordo com Ricardo Izar, enquanto a CPI desenvolvia seus trabalhos, os custos de operacionalização no setor de órteses e próteses diminuíram cerca de 16%, como resultado da redução das atividades ilegais no mercado. Segundo o parlamentar, a comissão também apurou a ocorrência de práticas ilegais como o pagamento de propinas para que médicos e planos de saúde favorecessem a utilização de determinadas marcas e até a realização de cirurgias desnecessárias para implantes de próteses.

“Tipificar estas práticas como crimes, com a devida inclusão no Código Penal, foi um dos resultados mais importantes que colhemos desta CPI. Ao criminalizar estes atos, estaremos protegendo a vida das pessoas”, concluiu o deputado.

Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), durante coletiva fala sobre denúncias na operação Lava Jato e declara-se opositor ao governo Dilma Roussef. Foto: Luis Macedo/ Câmara dos Deputados

Presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), durante coletiva fala sobre denúncias na operação Lava Jato e declara-se opositor ao governo Dilma Roussef. Foto: Luis Macedo/ Câmara dos Deputados

Leia mais sobre
POLÍTICA

 

Sessão de votação do projeto da lei que regulamenta aspectos da reforma política. Foto: Alex Ferreira/ Câmara dos Deputados

Sessão de votação do projeto da lei que regulamenta aspectos da reforma política. Foto: Alex Ferreira/ Câmara dos Deputados

Leia mais sobre
ALÔ BRASIL

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo
3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo
Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro
Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo
  • Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo

  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

  • Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo

  • Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro

  • Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Share This