Petrolão: executivo da Setal, Mendonça disse ser vítima


Segunda-feira, 27 de abril de 2015, às 16h19

 

Sobrefoto: aloart

Sobrefoto: aloart

O executivo Augusto Mendonça Neto da Setal Óleo e Gás, uma das empresas investigadas pela Operação Lava Jato da Polícia Federal, disse em depoimento na última quinta-feira (23) ao ser interrogado pelos deputados integrantes da CPI da Petrobrás, que pagou propina, por intermédio de Alberto Youssef, a Renato Duque e Paulo Roberto Costa, após ter sido procurado pelo ex-deputado José Janene “O empresário, nessa situação, é vítima”, disse em seu depoimento que durou mais de 7 horas.

 

Segundo Mendonça, a propina paga saía da margem de lucro das empresas e não de superfaturamento das obras. Foto: Lucio Bernardo Jr. / Câmara dos Deputados

Segundo Mendonça, a propina paga saía da margem de lucro das empresas e não de superfaturamento das obras. Foto: Lucio Bernardo Jr. / Câmara dos Deputados

 

O empresário fez questão de dizer que, durante todos os anos em que se relacionou com a Petrobras, só soube de corrupção e pedido de propina por parte de Costa, Duque e do ex-gerente de Tecnologia Pedro Barusco – ligado a Duque. Mendonça defendeu a estatal: “Estamos assistindo à Petrobras ser massacrada pela mídia e pela opinião pública, como se fosse uma companhia de segunda categoria, repleta de corruptos. Mas é exatamente o inverso. O único contato que tive com corrupção foi com essas pessoas”.

Ainda em seu depoimento, o empresário disse que procurou o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, a pedido do ex-diretor da estatal Renato Duque, para fazer doações oficiais ao partido, confirmando doações ao PT no valor de R$ 4,2 milhões. “Mas Duque ofereceu algum benefício às suas empresas na estatal?”, perguntou o relator da CPI, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ). “Ele não oferecia vantagens. Era mais no sentido de não atrapalhar os contratos”, esclareceu.

Com informações da Agência Câmara

Leia as últimas publicações

Recent Videos

3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo
Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro
Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo
Governo faz a atualização desta terça-feira, 31 de março – assista ao vivo
  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

  • Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo

  • Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro

  • Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo

  • Governo faz a atualização desta terça-feira, 31 de março – assista ao vivo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*