Preço dos alimentos continuará em declínio na próxima década, afirma FAO

Sexta-feira, 3 de julho de 2015, às 16h14


Apesar do cenário vantajoso no preço global dos alimentos, os valores provavelmente permanecerão em níveis superiores aos no início da década de 2000, destaca o relatório Panorama de Agricultura 2015-2014 da FAO-OECD.

ONU - Brasil | O preço dos produtos agrícolas globais continuará a cair gradualmente durante a próxima década devido a uma combinação de fortes rendimentos das colheitas, alta produção e crescimento mais lento da demanda global, de acordo com o novo relatório lançado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) nesta quarta-feira (01).

 

Uma cliente escolhendo frutas em um mercado em Barcelona, na Espanha. Foto: FAO/Alessia Pierdomenico

Uma cliente escolhendo frutas em um mercado em Barcelona, na Espanha. Foto: FAO/Alessia Pierdomenico

 

Lançado em conjunto com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômicos (OECD), o Panorama de Agricultura 2015-2014 da FAO-OECD observa que o preço baixo do petróleo gera uma redução dos custos de energia e fertilizante e elimina os incentivos para a produção de biocombustíveis de primeira geração feito a partir de colheitas de alimento.

Esses fatores favorecem o declínio dos preços dos produtos alimentares nos próximos dez anos. Porém, apesar desse cenário vantajoso, os preços provavelmente permanecerão em níveis superiores aos no início da década de 2000, acrescenta o relatório.

Por outro lado, a alta demanda de açúcar nos países em desenvolvimento provavelmente aumentará os preços dessa commodity e estimulará mais investimentos no setor. O relatório sugere que o resultado do mercado, no entanto, será condicionado pela competição em curso em torno a rentabilidade do açúcar contra o etanol no Brasil, considerado o líder em produção mundial.

Acabar com a fome de uma vez por todas deve transformar-se em um movimento global, disse o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva. Foto: FAO/Daniel Hayduk

Acabar com a fome de uma vez por todas deve transformar-se em um movimento global, disse o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva. Foto: FAO/Daniel Hayduk

Leia mais sobre
INTERNACIONAL

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo
Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores
Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo
Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo
Itália em São Paulo
Paulo Guedes explica a reforma da Previdência, vídeo
Parceria entre Brasil e Inglaterra em alto mar
Ministro da Justiça e Segurança Pública apresenta projeto de Lei Anticrime
  • Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo

  • Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores

  • Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo

  • Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo

  • Itália em São Paulo

  • Paulo Guedes explica a reforma da Previdência, vídeo

  • Parceria entre Brasil e Inglaterra em alto mar

  • Ministro da Justiça e Segurança Pública apresenta projeto de Lei Anticrime

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*