Relator diz que dará continuidade ao processo contra Cunha


Quinta-feira, 10 de dezembro de 2015, às 15h33


Agência Brasil | Karine Melo

O novo relator do processo contra o presidente da Câmara dos Deputados no Conselho de Ética, Marcos Rogério (PDT-RO), disse nesta quinta-feira (10) que na apresentação de seu relatório na reunião próxima terça-feira (15) vai aproveitar o texto já elaborado pelo ex-relator Fausto Pinato (PRB-SP), pela admissibilidade do processo. Ao elogiar o relatório anterior, ele ressaltou que a diferença é que o novo será um voto mais sucinto, sem abordar questões quanto ao mérito do caso.

 
Brasília - Na reunião do Conselho de Ética que avalia a cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, os deputados Wellington Roberto e Zé Geraldo, discutem e se agridem. Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Brasília - Na reunião do Conselho de Ética que avalia a cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, os deputados Wellington Roberto e Zé Geraldo, discutem e se agridem. Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Brasília - Na reunião do Conselho de Ética que avalia a cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, os deputados Wellington Roberto e Zé Geraldo, discutem e se agridem. Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Brasília - Na reunião do Conselho de Ética que avalia a cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, os deputados Wellington Roberto e Zé Geraldo, discutem e se agridem. Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Novo relator do processo contra Cunha, deputado Marcos Rogério (PDT-RO), disse que é a favor da admissibilidade do processo. Fotos: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Novo relator do processo contra Cunha, deputado Marcos Rogério (PDT-RO), disse que é a favor da admissibilidade do processo. Fotos: Antonio Cruz/ Agência Brasil

No que estaria pensando o presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, deputado José Carlos Araújo (PSD-BA) ao assistir mais um vexame dos colegas? Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil)

No que estaria pensando o presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, deputado José Carlos Araújo (PSD-BA) ao assistir mais um vexame dos colegas? Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil)

O parlamentar adiantou que a posição pela continuidade do processo contra Cunha não poderia ser diferente já que, na visão dele, todos os pressupostos para o processo estão presentes na representação. “Quem fez a representação tinha legitimidade, a conduta apontada na representação pode configurar quebra de decoro, há justa causa para investigação e considero a legitimidade passiva, o representado é parlamentar”, observou.

Ameaças

Tal como Pinato relatou ter acontecido com ele, Marcos Rogério disse que espera não sofrer nenhuma ameaça por parte de aliados do presidente da Câmara. “Até porque o enfrentamento do processo no Conselho de Ética tem que ser feito com as armas de defesa e de acusação. Com respeito às regras, não há porque ter qualquer tipo de constrangimento ilegal ou ameaça. É natural do processo, o esperneio, mas a ameaça não faz parte do bom ambiente de trabalho. Espero não ter esse tipo de constrangimento, e não tive até agora”, disse.

Prazo

Com relação ao prazo de 90 dias úteis para finalização do processo contra Cunha no Conselho de Ética, ainda há dúvidas se o prazo pode seguir, levando em conta o que já foi discutido, ou se com a troca do relator, o processo terá que voltar à fase inicial. O novo relator defende que, como o relatório dele também será pela admissibilidade, não há nenhuma mudança, e o documento já poderia ser votado.


Saiba mais:

Conselho de Ética fará sorteio para escolha de novo relator do caso Cunha


 

“Temos que gastar mais tempo e mais trabalho na investigação das condutas. Eu não tiro a possibilidade do representado apresentar razões contra, mas isso não suspende os prazos para defesa no processo”, afirmou Marcos Rogério.

Votação

O presidente do Conselho de Ética da Câmara, José Carlos Araújo (PSD-BA), convocou para a próxima terça-feira (15), às 9:30h, uma reunião do colegiado para apresentação e votação do relatório contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Para garantir que a apreciação do novo relatório não seja atrapalhada por manobras de aliados do presidente da Câmara, Araújo já convocou reuniões do Conselho também para a tarde de terça-feira e para quarta-feira (16), manhã e tarde.

O presidente do Conselho de Ética da Câmara, deputado José Carlos de Araújo, suspende sessão sobre processo contra presidente da Casa, Eduardo Cunha. Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O presidente do Conselho de Ética da Câmara, deputado José Carlos de Araújo, suspende sessão sobre processo contra presidente da Casa, Eduardo Cunha. Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Leia mais sobre
POLÍTICA

 

Reunião sobre as doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti em Recife, PE. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Reunião sobre as doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti em Recife, PE. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Leia mais sobre
ALÔ BRASIL

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil
Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo
Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo
Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo
Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores
Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo
Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo
Itália em São Paulo
  • Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil

  • Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo

  • Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo

  • Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo

  • Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores

  • Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo

  • Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo

  • Itália em São Paulo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*