A qualidade do nosso sono tem um grande impacto não só no nosso dia-a-dia como na nossa saúde em geral. 32% dos portugueses consideram ter um mau sono e 40% sentem dificuldade em manterem-se acordados durante o dia.


Durante o sono, o nosso corpo trabalha para manter uma função cerebral saudável e preservar a saúde física. Em Portugal, estima-se que 46% dos adultos com mais de 25 anos durmam menos de seis horas por dia, enquanto o recomendado é, no mínimo, 7 horas de sono.

Estudos em adultos têm demonstrado que a qualidade do sono tem um impacto direto na nossa saúde física. Dormir menos do que 7 horas por dia, de forma regular, prejudica a nossa qualidade de vida, aumentando a probabilidade de desenvolver diabetes, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, aumento de peso, AVC e depressão.

Meditação para dormir

A meditação guiada é uma estratégia eficaz para acalmar a mente antes de dormir, sendo especialmente benéfica para aqueles que lidam com ansiedade ou insónias através de um conjunto de instruções ou narrativas. Esta prática combina trabalho mental e físico, focando-se na respiração e na consciência do momento presente.
A longo prazo, a incorporação da meditação na rotina de sono promove um descanso de maior qualidade, permitindo a regeneração do corpo e a recuperação da energia para o dia seguinte.

Quatro dos principais benefícios de meditar antes de dormir

Aplicar métodos de meditação antes de dormir tem vários benefícios, entre os quais:
1. Ajuda o corpo a sair de um estado de alerta: ajuda a fazer a transição para o modo parassimpático (descanso) do nosso cérebro, responsável pela sensação de calma e relaxamento;
2. Ajuda a combater as insônias: o stress e a ansiedade são dos principais contribuidores para a insônia. A meditação pode ajudar a controlar os sintomas das insônias a longo prazo;
3. Pode ajudar a acalmar os pensamentos que nos impedem de adormecer: por vezes, especialmente no mundo em que vivemos hoje, é desafiante simplesmente “desligar” a nossa mente. Nesses momentos, a meditação pode ser uma ferramenta útil para aliviar a mente de alguns desses pensamentos.
4. Pode melhorar a saúde do cérebro: A qualidade do sono afeta a saúde do cérebro. O sistema linfático no nosso cérebro ajuda a limpar as toxinas deste órgão enquanto dormimos.

Saiba como praticar um exercício rápido de meditação guiada respiratória que vai mudar o seu sono:

Esta técnica utiliza a respiração para focar a mente e pode ser feita todas as noites ao deitar.

Inspire pelo nariz e concentre-se numa palavra que seja uma representação positiva de como se sente. Essa palavra pode ser “tranquilo”, “confortável”, “feliz” ou até “agradecido”. Pense em algo que conquistou no seu dia e coloque essa intenção!

Ao expirar pela boca, deixe todos os sentimentos negativos opostos a essa sensação positiva irem embora. Deixe para trás qualquer stress, raiva ou frustração, enquanto repete esse padrão de respiração e associação com palavras tranquilas.

Pratique a respiração até adormecer ou sentir-se mais relaxado.

Embora a meditação possa ser útil, nem sempre é suficiente para combater as insônias e outros distúrbios do sono. Nestas situações, é aconselhável marcar uma Consulta de Medicina do Sono.

Disponível nos Hospitais e Clínicas Lusíadas, em Portugal, esta consulta visa diagnosticar e promover o tratamento de diversas perturbações do sono, proporcionando-lhe uma noite tranquila e uma melhor qualidade de vida. No Brasil, também há clínicas e institutos altamente especializados.


Fonte: Hospital Lusíadas / Lisboa


Destaque – Imagem: aloart


Publicação:
Sábado | 27 de abril, 2024



Leia outras matérias desta editoria

Antecipando o futuro da neurociência digital, entenda

Artigo publicado recentemente analisa como a neurociência digital se desenvolveu, onde se encontra agora e os avanços previstos para os próximos 10 anos. Um artigo de posição – ensaio que apresenta uma opinião discutível sobre determinado assunto –...

Exame de sangue ajuda prever risco de apneia do sono, conheça

Estudo conduzido por pesquisadores do Instituto do Sono e da Unifesp revela que as concentrações sanguíneas de um aminoácido chamado homocisteína estão correlacionadas ao surgimento ou agravamento da doença que acomete um terço dos paulistanos. Por Karina...

Sono de qualidade: aprenda a meditar para dormir

A qualidade do nosso sono tem um grande impacto não só no nosso dia-a-dia como na nossa saúde em geral. 32% dos portugueses consideram ter um mau sono e 40% sentem dificuldade em manterem-se acordados durante o dia. Durante o sono, o nosso corpo trabalha...

Anvisa decide manter proibição dos DEFs [cigarros eletrônicos], leia

Diversas organizações, governamentais e não governamentais, se opuseram mais uma vez às propostas da indústria do tabaco, para que a produção, comercialização e publicidade dos Dispositivos Eletrônicos para Fumar (DEFs) fossem permitidas no Brasil. Por...

Levante-se e ande, cada passo conta para a sua saúde! Saiba por quê

Um novo estudo fornece informações sobre quantos passos realmente precisamos para compensar os efeitos nocivos de permanecermos sentados. O corpo humano foi concebido para se mover, mas os avanços tecnológicos modernos e o mundo do trabalho estão nos...

Dengue: perguntas comuns e as respostas através dos órgãos responsáveis, informe-se

Organizações voltadas à saúde, como a Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz, sedidada no Rio de Janeiro, vêm se empenhando no combate contra a dengue no país. Com a proliferação e agravamento da doença que pode atingir números recordes em 2024, surgem dúvidas....

Excluir o glúten ajuda-nos a perder peso?

Atualmente há cada vez mais pessoas a optar por produtos sem glúten por acreditarem que são mais saudáveis e que ajudam a emagrecer. Será mesmo assim? Por Dra. Ana Rita Lemos A popularidade das dietas sem glúten tem vindo a aumentar, conquistando cada vez...