Votação de contas presidenciais divide opiniões por possibilidade de impeachment


Quinta-feira, 6 de agosto de 2015, às 5h40


Agência Câmara | por Carol Siqueira
Edição – Pierre Triboli

Deputados discutiram a possibilidade de que a votação das contas presidenciais pelo Plenário da Câmara seja parte de uma estratégia para levar ao impeachment da presidente Dilma Rousseff – com a rejeição das suas contas de 2014. Houve quem pedisse calma, mas a oposição defendeu.

Na sessão desta quarta-feira (5), o Plenário discutiu as contas de 1992, 2002, 2006 e 2008. A votação está prevista para esta quinta-feira.

 

Rio de Janeiro - RJ. Presidente Dilma Rousseff durante celebração de 1 ano para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Rio de Janeiro - RJ. Presidente Dilma Rousseff durante celebração de 1 ano para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

 

O deputado Domingos Sávio (PSDB-MG) defendeu o impeachment. “Caçar o mandato de quem trai o povo brasileiro é dever democrático”, disse.

Outros deputados da oposição, a exemplo do deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), pediram o fim do governo da presidente Dilma Rousseff.

O líder da Minoria, deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), defendeu a rejeição das contas de 2014. “Botou pra baixo do tapete a sujeira que hoje a gente descobre, e quem paga a conta é o povo brasileiro.”

Disputa política

Já o deputado Gilberto Nascimento (PSC-SP) negou que haja essa intenção. “Estamos hoje travando uma disputa política que não se enquadra”, disse.

O deputado Glauber Braga (PSB-RJ) pediu calma. “Análise de conta requer equilíbrio, tranquilidade, acompanhamento criterioso dos pontos abordados para sua aprovação. Não pode ser, em momento algum, a utilização de qualquer tipo de disputa político-eleitoral ou político-pessoal”, avaliou.

Foi a mesma opinião do deputado Afonso Florence (PT-BA). “Não podemos, de um lado, abandonar eternamente as contas sem apreciação, mas não podemos votar de maneira célere de forma que se confunda com uma disputa política”, ponderou.

Café da manhã na residência oficial do presidente do Senado Federal, Renan Calheiros. Foto: Marcos Oliveira/ Agência Senado (30/06/2015)

Café da manhã na residência oficial do presidente do Senado Federal, Renan Calheiros. Foto: Marcos Oliveira/ Agência Senado (30/06/2015)

Leia mais sobre
POLÍTICA

 

Sessão de votação do projeto da lei que regulamenta aspectos da reforma política. Foto: Alex Ferreira/ Câmara dos Deputados

Sessão de votação do projeto da lei que regulamenta aspectos da reforma política. Foto: Alex Ferreira/ Câmara dos Deputados

Leia mais sobre
ALÔ BRASIL

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil
Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo
Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo
Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo
Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores
Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo
Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo
Itália em São Paulo
  • Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil

  • Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo

  • Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo

  • Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo

  • Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores

  • Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo

  • Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo

  • Itália em São Paulo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*