Jesus é a sabedoria, as ciências nos impulsionam às descobertas


Quinta-feira | 24 de dezembro, 2020 | 18h53


FÉ E CIÊNCIA


Quando um ano tão diferente para a humanidade se encerra houve a expectativa de ver a famosa “Estrela de Belém” que de acordo com a Bíblia Sagrada anunciou a vinda do Messias.


Gerson Soares

Por falta de um berço, o menino Jesus foi enfaixado conforme os costumes da época e colocado em uma manjedoura – lugar onde a comida é servida aos animais. E, como mostram figurativamente os presépios, até mesmo os animais o adoraram e ao seu lado ficaram depois do seu nascimento.

 

Fachada da Basílica da Natividade (esquerda) e Mosteiro Armênio (direita), 2012. A igreja é principal e a mais antiga da Terra Santa. Foto: Neil Ward / Wikipedia

 

Toda essa representação religiosa, inclusive transportada para o cinema em diversas películas, leva o espectador ou leitor dos inumeráveis contos que dessa linda história surgiram, a um mundo antigo, a momentos de emoção e fé.

O Salvador daquele bárbaro mundo de escravidão, desolação e lamentos, nascia em uma gruta, talvez a mais simples acomodação que pudessem seus pais, José e Maria, obterem naquele santo momento em que nasceu.

Reflexões

Na contagem da Era Cristã, a visão da “Estrela de Belém” nos chega 2020 anos depois daquele acontecimento fantástico. Brilhando no céu anunciava a chegada do Messias e o alívio daqueles tempos de horrores e guerras entre os povos. Dois mil anos se passaram e esse fato se repete, depois de um ano da pandemia que já ceifou milhões de vidas. Talvez, o céu queira nos revelar algo novamente.

 

Interior da Igreja da Natividade por volta de 1936. Foto: Lewis Larsson / Wikipedia

 

A “Estrela de Belém” do primeiro século provavelmente não teria a menor importância, se da mesma forma que hoje, entendêssemos tratar-se de uma conjunção de planetas brilhantes. A repetição do fato não passa de uma coincidência de datas explica a astronomia.

Se pensarmos como os céticos, que nada disso existiu na antiguidade, que são apenas frutos da imaginação humana viajando através dos séculos, toda a cristandade sofreria um abalo. Mas nem os céticos ou a ciência falam pela humanidade.

Fé e ciência

Repetida oitocentos anos depois da última vez que essa conjunção de planetas foi relatada da mesma forma na Idade Média, neste primeiro quartel do século XXI a ciência é capaz de nos proporcionar uma visão mais apurada sobre o alinhamento dos planetas Saturno e Júpiter, dizendo ser essa a mesma conjunção que ocorreu durante a natividade.

No século I não havia quem pudesse interpretar tal beleza misteriosa com tanta exatidão. O brilho da “Estrela de Belém” conduziu os Reis Magos do Oriente até chegarem ao seu destino para adorarem o Redentor. Como consta na Bíblia: “Este foi o local de nascimento do rei Davi e de seu descendente mais ilustre, Jesus Cristo, o Messias”.

 

Rota de peregrinação ao local de nascimento de Jesus em Belém: Torre da Igreja da Natividade. Foto: Lucia Iglesias © UNESCO

 

Vinte séculos se passaram e sabemos um pouco mais sobre aquela luminosa aparição através dos avanços da ciência. Podemos dizer que na atualidade a chamada “grande conjunção” dos planetas Júpiter e Saturno, somada ao dia do solstício de inverno, vista plenamente da Terra, proporcionou uma rara oportunidade no último dia 21 de dezembro.

A ciência edifica avanços à humanidade, mas o fato é que o espetáculo espacial deste ano lembrou aos habitantes da Terra sobre o ministério de Jesus e da sua presença entre todos nós; nestes tempos tão confusos, conflitantes e mutáveis.

Economias estáveis do exterior parecem assustadas com a liderança e potencial brasileiro. Ilustração economia Exterior x Brasil: aloart

Leia mais sobre
OPINIÃO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Presépio e a magia da natividade
Exoesqueleto robótico para reabilitação humana
Covid-19: filme de PVC para alimentos inativa o SARS-CoV-2
Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo
3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
  • Presépio e a magia da natividade

  • Exoesqueleto robótico para reabilitação humana

  • Covid-19: filme de PVC para alimentos inativa o SARS-CoV-2

  • Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo

  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

Categorias

Parque minhocão!!! Imagem: SECOM/PMSP / divulgação

Leia mais sobre
OPINIÃO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Presépio e a magia da natividade
Exoesqueleto robótico para reabilitação humana
Covid-19: filme de PVC para alimentos inativa o SARS-CoV-2
Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo
3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
  • Presépio e a magia da natividade

  • Exoesqueleto robótico para reabilitação humana

  • Covid-19: filme de PVC para alimentos inativa o SARS-CoV-2

  • Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo

  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

Categorias

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Share This