País registra aumento de 168% nos casos de HIV entre os jovens. Dados divulgados pelo Ministério da Saúde (MS) referem-se aos últimos dez anos e reforçam a importância do uso de preservativos.


De acordo com o MS, o Brasil registrou nos últimos dez anos um aumento de 168% nos casos de HIV entre os jovens de 15 a 29 anos. O número é considerado alarmante, já que de 2011 até 2021, mais de 52 mil jovens com idade entre 15 e 24 anos, sofreram uma evolução do vírus para síndrome da imunodeficiência adquirida (aids).

Segundo os dados divulgados pelo governo, desde o primeiro caso confirmado em território nacional, em 1980, até junho de 2022, já foram detectados 1.088.536 casos de aids. Sendo que somente em 2021, mais de 11 mil óbitos foram registrados no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM).

Evolução e transmissão do vírus

A especialista e sexóloga da Rilex, Li Rocha, explica que diferente do que muitos pensam e apesar do HIV ser o vírus causador da aids, não significa que todas as pessoas diagnosticadas vão desenvolver a doença. “Quando o paciente é diagnosticado precocemente é possível receber medicações e tratamento adequado para interromper o processo de evolução natural do vírus. Em algumas pessoas essa evolução pode acontecer de forma bem acelerada, mas em outras pode chegar a levar mais de dez anos. Além disso, embora a doença ainda não tenha cura conhecida, hoje em dia é possível ter qualidade de vida mesmo sendo soropositivo”, comenta Li Rocha.

A transmissão do HIV pode ser realizada através da relação sexual desprotegida; transfusão de sangue contaminado; transmissão vertical da mãe infectada para o feto durante a gestação, trabalho de parto ou durante a amamentação; e ao compartilhar seringas, agulhas e objetos cortantes infectados.

Prevenção

Além dos cuidados como, a utilização de seringas e agulhas descartáveis, o uso de luvas para manipular feridas e líquidos corporais e realizar previamente teste de sangue e hemoderivados para transfusão, um dos métodos mais eficazes para proteção contra o vírus é o uso do preservativo. Porém, segundo dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), relativos ao ano de 2019, ao menos 60% dos brasileiros com mais de 18 anos afirmam não terem usado preservativo em nenhuma relação sexual que mantiveram.

“A camisinha impede que fluidos corporais que possam conter patógenos infecciosos entrem em contato direto com a pele ou membranas mucosas e, por isso, ela é fundamental para prevenir não apenas do HIV, mas também de outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e até mesmo de uma gravidez indesejada”, ressalta Li Rocha.

Proteção e prazer

Além de possuir uma cartela com diversos tipos de preservativos que agradem a todos os gostos, a empresa realiza anualmente diversas campanhas de conscientização que reforçam e incentivam o uso da camisinha. “Com esse mesmo pensamento da importância do prazer e da proteção, a Rilex se posiciona positivamente no mercado com a realização de diversas campanhas de distribuição gratuita de preservativos com o objetivo garantir a saúde sexual dos nossos usuários”, relata o presidente da empresa, Edu Medeiros.

Com mais de 11 anos no mercado, a Rilex tornou-se a terceira maior empresa do ramo de preservativos do Brasil. Ela é a única 100% brasileira e está localizada em São José dos Campos.


As informações são da Rilex.


Destaque – Imagem: aloart


A editoria de Negócios do portal Alô Tatuapé, além de mostrar as questões e oportunidades de variados setores da economia, traz informações sobre as companhias que atuam dentro e fora do país e contribuem com sua expertize para esclarecer ­— aos interessados em diversas áreas do conhecimento ­— sobre inúmeros itens que fazem parte do cotidiano e/ou trazem benefícios à sociedade. Desta maneira, com 30 anos de história, o Alô Tatuapé também contribui para o desenvolvimento econômico e social, reafirmando seu compromisso com as informações de qualidade.


Publicação:
Domingo | 30 de junho, 2024


Leia outras matérias desta editoria

Instituto C&A abre vagas para curso presencial sobre Visual Merchandising

São 140 vagas e as inscrições estão abertas até o dia 21 de julho. O curso será ministrado em sete cidades diferentes por líderes experientes da varejista. O Instituto C&A, pilar social da C&A Brasil, abre inscrições para o projeto “IC&A de...

Rilex traz dados sobre prevenção e uso da camisinha como proteção

País registra aumento de 168% nos casos de HIV entre os jovens. Dados divulgados pelo Ministério da Saúde (MS) referem-se aos últimos dez anos e reforçam a importância do uso de preservativos. De acordo com o MS, o Brasil registrou nos últimos dez anos um...

Receita de Nhoque da Fortuna para saborear todos os meses, dica da Ekma

A dica é do Chef Isaías Soares* – especialmente para a Ekma – que detalha como acertar no ponto e deixar o prato ainda mais saboroso. Segundo a tradição, comer nhoque todo o dia 29 do mês atrai fartura. Verdade ou não, o prato à base de batatas e farinha é...

Viagens de ônibus: explore o Brasil e economize

Aproveite as férias de julho para explorar o Brasil e se encantar com as belezas do nosso país. Abrati incentiva viagens de ônibus nas férias de julho. Com as férias de julho se aproximando, a Associação Brasileira de Empresas de Transporte Terrestre de...

Festival Interlagos Suhai Motos movimenta 450 milhões de negócios em 4 dias

Megavento, realizado em quatro dias na capital paulista, reuniu as maiores e principais marcas e montadoras de motos do País e ofereceu 12.590 test rides nas pistas de Interlagos. A 6ª edição do Festival Interlagos | Suhai Motos 2024, realizada de 6 a 9 de...

Nível de Incerteza no Brasil finaliza o ano em patamar favorável, afirma IBRE

Baseado na frequência de notícias e expectativas, o índice faz avaliações econômicas mensais. Entenda como ele é calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas – FGV IBRE, no final desta matéria. O Indicador de Incerteza da...

Nível de Incerteza no Brasil estabiliza em patamar ligeiramente elevado, diz economista do FGV IBRE

Queda e alta dos componentes de Expectativas e Mídia (veja gráfico), determinaram o resultado. Entenda melhor como é calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas - FGV IBRE. O Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) da...

Atender os consumidores 60+ é um bom negócio, conheça esse nicho

Gerações BBX, Baby Boomers e X, economia prateada, idosos digitais, terceira idade ou apenas idosos. Seja lá como queiram chamá-los é bom saber que o mercado formado por eles está em ascensão. Também chamados de ‘mais velhos’, eles estão em evidência para...