Viviane Senna é a madrinha da campanha “Mulher Coração”


Terça-feira, 26 de julho de 2016, às 20h41

 

A presidente do Instituto Ayrton Senna e médicos brasileiros iniciam ação para reduzir o número de mortes por eventos cardíacos nas mulheres.

As doenças cardiovasculares na mulher já ocorrem em número superior ao câncer ginecológico. Segundo dados recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), respondem por um terço das mortes no mundo, com 8,5 milhões de óbitos por ano, ou seja, mais de 23 mil mulheres por dia. Entre as brasileiras, principalmente acima dos 40 anos, as cardiopatias chegam a representar 30% das causas de morte, a maior taxa da América Latina.

 

Madrinha da iniciativa, Viviane Senna: campanha será apresentada no dia 29 de julho, no Hotel Renaissance, em São Paulo. Foto: divulgação / SBCM

Madrinha da iniciativa, Viviane Senna: campanha será apresentada no dia 29 de julho, no Hotel Renaissance, em São Paulo. Foto: divulgação / SBCM

 

Diante desse preocupante problema, a Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM) lança a campanha permanente “Mulher Coração”, a fim de orientar e alertar as mulheres de todo o Brasil sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce.

Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna, é a madrinha da iniciativa, que será oficialmente apresentada à imprensa em um brunch, no dia 29 de julho, no Hotel Renaissance, em São Paulo, a partir das 10h.

Viviane comporá a mesa solene ao lado do professor Antonio Carlos Lopes, presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica e professor titular de Clínica Médica da Escola Paulista de Medicina – UNIFESP.

“A mulher muitas vezes não sente a dor no peito que pode ser o primeiro sinal de alerta de problema cardíaco grave. Por vezes, elas não valorizam as palpitações e a hipertensão arterial lábil, o que acaba por retardar o diagnóstico, fazendo com que o problema cardiovascular passe facilmente despercebido”, atesta Antonio Carlos Lopes. “Daí a relevância de esclarecer a sociedade sobre as várias manifestações das doenças cardiovasculares que, nos dias de hoje, acabam acometendo a mulher cada vez mais cedo. O trabalho a ser desenvolvido neste contexto, com a importante participação da Vivianne Senna, certamente cumprirá com os objetivos propostos”.

Os exercícios aeróbicos atenuam ou revertem a inflamação provocada pela asma, desaceleram a progressão da doença pulmonar obstrutiva crônica e protegem contra infecções. Foto: Wikimedia Commons

Os exercícios aeróbicos atenuam ou revertem a inflamação provocada pela asma, desaceleram a progressão da doença pulmonar obstrutiva crônica e protegem contra infecções. Foto: Wikimedia Commons

Leia mais sobre
SAÚDE

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo
Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores
Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo
Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo
Itália em São Paulo
Paulo Guedes explica a reforma da Previdência, vídeo
Parceria entre Brasil e Inglaterra em alto mar
Ministro da Justiça e Segurança Pública apresenta projeto de Lei Anticrime
  • Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo

  • Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores

  • Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo

  • Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo

  • Itália em São Paulo

  • Paulo Guedes explica a reforma da Previdência, vídeo

  • Parceria entre Brasil e Inglaterra em alto mar

  • Ministro da Justiça e Segurança Pública apresenta projeto de Lei Anticrime

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*