Carros antigos: De Dion–Bouton & Trepardoux — Quadriciclo a vapor

Segunda-feira, 4 de maio de 2015, às 07h59


Edição: Alô São Paulo

Museu Louwman – Localizado na cidade de Haia, na Holanda, conta com uma coleção de quase 300 carros antigos, colecionados em 125 anos de atividades. Hoje, iremos conhecer a história de uma das mais antigas raridades automobilísticas do mundo, um automóvel a vapor fabricado no ano de 1887, na França.

DE DION-BOUTON & TREPARDOUX
STEAM QUADRICYCLE – 1887

Este é um dos mais antigos automóveis sobreviventes no mundo. Está equipado com uma caldeira de vapor localizada na parte da frente e as hastes de ligação às rodas traseiras, que se assemelha a um tanque de locomotiva mas é, no entanto, um dos primeiros automóveis a utilizar um motor a vapor com sucesso. O motor de dois cilindros (de combinação de alta e de baixa pressão), instalado sob o piso, poderia ser operado por um só homem, eliminando a necessidade de um adicional stoker – fogueiro ou segundo operador, encarregado da caldeira nas locomotivas a vapor. O tanque de água para refrigeração fica debaixo dos assentos e o depósito de carvão em torno da caldeira. O veículo gerava o vapor em 50 minutos, podendo atingir a velocidade máxima de aproximadamente 60 km/h.

 

De Dion–Bouton & Trepardoux — Quadriciclo a vapor. Foto: Louwman Museum. Coleção Louwman/Divulgação

 

A empresa De Dion, Bouton et Trépardoux foi uma das primeiras e mais importantes fabricantes de automóveis do mundo. Criada em 1880 nos arredores de Paris, por Georges Bouton e Charles Trépardoux, inicialmente tinha o objetivo de fazer motores a vapor de brinquedo. A sua sofisticada habilidade chamou a atenção do conde milionário Albert de Dion, que passou a financiar a produção de veículos movidos a vapor para passageiros e transporte de mercadorias.

Nos primórdios do automobilismo, propulsão a vapor foi uma das tecnologias emergentes ao lado dos motores a gasolina e elétrico. Em 1889, quando De Dion participou da Exposição de Paris – a mesma mostra que deu à cidade a Torre Eiffel – e viu um motor a gasolina pela primeira vez, ele percebeu imediatamente seu potencial. O engenhoso Bouton passou a desenvolver um motor a gasolina que superou seus concorrentes em muitos aspectos. Trépardoux, no entanto, queria continuar com vapor e, eventualmente, deixou a empresa em 1893.

 


Conheça outra raridade

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo
3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo
Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro
Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo
  • Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo

  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

  • Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo

  • Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro

  • Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Share This