Ultrapassa 53,8 mil, os itens encontrados nos primeiros meses de 2024 na CPTM, EMTU e Metrô. Prazos para retiradas de objetos esquecidos ou perdidos vão de 60 a 90 dias. Saiba os endereços e meios de contato.


Em 2021, quando havia 46 anos desde que fora criada, entre janeiro e maio, 18% dos 21.276 objetos encontrados no Metrô, já haviam retornado aos seus donos. A Central de Achados e Perdidos da companhia vai completar 50 anos em 2025 e só neste ano já foram encontrados 53,8 mil objetos.

Chega a ser engraçado o que pode ser esquecido ou perdido durante as locomoções nos transportes coletivos de São Paulo. As imagens aqui mostram próteses de pernas, guarda-chuvas, instrumentos musicais, fotografias e uma infinidade de coisas. Diz a ‘simpatia’ popular que quando perdemos algo, podemos invocar o São Longuinho repetindo seu nome duas vezes que auxilia para encontrar os objetos perdidos. Mas depois de encontrar é necessário dar três pulinhos para completar a simpatia e não ficar devendo nada ao santo. Mas, parece que até mesmo o São Longuinho já foi esquecido, como mostra a imagem de destaque desta matéria, fotografada em 2017 no Metrô.

Busca ativa

Mas não só as estações do metropolitano possuem setores de Achados e Perdidos para catalogar e guardar esses objetos. De maneira geral as Centrais de Achados e Perdidos (CAPs) das empresas ligadas à Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) registraram 53.864 objetos esquecidos pelos passageiros só este ano. Graças ao trabalho de busca ativa desenvolvido pelas CAPs da CPTM, do Metrô e da EMTU, 16.188 desses itens já foram devolvidos a seus donos.

Em comparação, 146.697 objetos foram encontrados nos transportes metropolitanos ao longo de todo o ano de 2023. Ou seja, cerca de 402 itens em média foram esquecidos diariamente nos trens e estações da CPTM e do Metrô e também nos ônibus e terminais gerenciados pela EMTU. Desses, 44.260 foram devolvidos a seus donos.

Na CPTM, por exemplo, a busca ativa consiste em uma tarefa investigativa que envolve cruzamento de informações, por meio de sites e bancos de dados diversos, visando à identificação de um possível contato do proprietário.

 

Foto: Portal do Governo de SP / Alexandre Carvalho / Arquivo

 

Itens diversos esquecidos

Em 2023, os principais objetos esquecidos foram cartões diversos, bilhetes de transporte, documentos pessoais, carteiras e crachás. A lista permaneceu igual nos primeiros meses deste ano, com o acréscimo de itens como chaves e celulares.

Porém, a lista de itens inusitados não para de crescer, incluindo muletas, lavatórios, malas de viagem, carrinhos de bebê e até de supermercado, dentaduras, cadeiras de rodas, muletas, cédulas do mundo inteiro e cédulas antigas, medalhas, discos antigos, livros raros, mala de viagem com roupas, luvas de box, maca de massagem, objetos sexuais e instrumentos musicais diversos.

A CAP da CPTM foi criada em outubro de 1999, mas passou a contabilizar os dados em maio de 2006. Até maio de 2024, a central registrou 1.286.353 itens esquecidos por passageiros e foram devolvidos 420.431 para seus donos. Já no Metrô, desde 2010, quando o sistema de sua CAP foi informatizado, foram encontrados 1.122.662 objetos nos trens e estações. Desses, 304.996 foram recuperados por seus donos.

Como recuperar os pertences

Os itens esquecidos ficam guardados por 60 dias nas centrais do Metrô e da CPTM, e por 90 dias nas centrais do Terminal Metropolitano Prefeito Magalhães Teixeira (Campinas), do Corredor Metropolitano ABD (São Mateus-Jabaquara) e dos ônibus e VLT da Baixada Santista. Após esse período, os documentos são entregues ao órgão emissor, outros objetos são doados a instituições ou ao Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSP) e os cartões bancários são destruídos por segurança.

O passageiro que tenha perdido algum pertence deve comparecer à Central de Achados e Perdidos correspondente e comprovar que o item é de sua propriedade. As consultas de documentos e objetos podem ser realizadas por telefone e presencialmente nos endereços abaixo. No caso do Metrô, também é possível realizar a consulta de objetos identificados pelo site (acesse este link).

 

Foto: Portal do Governo de SP / Alexandre Carvalho / Arquivo

 

Centrais de Achados e Perdidos

CPTM – Linhas 7-Rubi, 10-Turquesa, 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade
Local: Estação Palmeiras-Barra Funda
Horário: segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, exceto feriados
Contato: 0800 055-0121 ou pelo e-mail passageiro@cptm.sp.gov.br

Metrô – Linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha, Linha 4-Amarela e 15-Prata
Local: Estação Sé
Horário: segunda a sexta-feira, das 7h às 20h, exceto feriados.
Contato: 0800-770 7722, ou pelo site do Metrô (Link) – As consultas de documentos e objetos identificados podem ser realizadas por meio destes canais.

EMTU
Central Achados e Perdidos Região Metropolitana de Campinas
Local: Terminal Metropolitano Prefeito Magalhães Teixeira
Endereço: R. Dr. Ricardo, 233 – Centro, Campinas
Horário: das 8h às 12h, e das 13h às 17h, de segunda a sábado
Telefone: (19) 3231-8590

Central de Achados e Perdidos do Corredor ABD (EMTU/Next Mobilidade)
Local: Terminal Metropolitano Ferrazópolis
Endereço: Rua Pedro Henry, n.º 250 – Vila Olga, São Bernardo do Campo/SP
Horário: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Telefone: (11) 4335-3232

Terminais Metropolitanos da EMTU na região de Guarulhos (Cecap, Taboão e Vila Galvão)
– Terminal Metropolitano Cecap (Av. Pres. Tancredo de Almeida Neves, 2903, Guarulhos)
– Terminal Metropolitano Taboão (Av. Natalia Zarif, S/N.º Taboão – Guarulhos)
– Terminal Metropolitano Vila Galvão (Avenida Sete de setembro, S/N, Vila Galvão – Guarulhos)


Fonte: STM


Destaque – Achados e perdidos do Metrô de São Paulo. Foto: Portal do Governo de SP / Alexandre Carvalho / Arquivo


Publicação:
Sexta-feira | 7 de junho, 2024


Leia outras matérias desta editoria

Prefeitura de SP inicia obras de requalificação na Santa Ifigênia, conheça o projeto

Alguns nomes de ruas terão seus nomes alterados, como Rua das Noivas, Rua dos Eletrônicos, entre outras providências incluídas no Projeto Ruas Temáticas. O objetivo do órgão é melhorar a circulação de pedestres. A nova legislação permitirá que mais ruas...

Prefeitura pretende mais 45,7 km de Faixas Azuis em junho e julho, conheça os locais

Leia outras matérias desta editoria

Busca ativa das CAPs ajuda passageiros a recuperarem objetos esquecidos ou perdidos, saiba

Ultrapassa 53,8 mil, os itens encontrados nos primeiros meses de 2024 na CPTM, EMTU e Metrô. Prazos para retiradas de objetos esquecidos ou perdidos vão de 60 a 90 dias. Saiba os endereços e meios de contato. Em 2021, quando havia 46 anos desde que fora...

Feriado de Corpus Christi: 3,7 milhões de veículos são esperados nas estradas de SP, saiba

São esperados 2,6 milhões de veículos nas estradas concedidas e mais 1,1 milhão nas rodovias administradas pelo DER. Conheça o funcionamento dos principais sistemas paulistas. Durante o feriado de Corpus Christi, mais de 2,6 milhões de veículos devem...

OMS – “A proteção das crianças contra a interferência da indústria do tabaco”, conheça

Em 31 de maio, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e seus parceiros globais celebram o Dia Mundial Sem Tabaco, destacando os perigos à saúde relacionados ao consumo de tabaco e defendendo políticas eficazes para reduzir seu uso. Acompanhando o tema da OMS...

Cruz Vermelha São Paulo atinge 325 toneladas enviadas ao RS, ajude se puder

O Centro Logístico da instituição tem funcionado 24h por dia para receber doações e preparar o envio para o Rio Grande do Sul, conheça esse trabalho. Ao concluir o nono envio de doações às vítimas das enchentes que abalaram o Rio Grande do Sul, a Cruz...

Vacinação contra a pólio começa na cidade de São Paulo

A Prefeitura inicia campanha de vacinação contra a poliomielite na segunda-feira (27) e vai contemplar crianças menores de 5 anos de idade. De acordo com o órgão, serão utilizadas as vacinas inativada poliomielite (VIP), para menores de 1 ano, e a oral...

Saiba como ajudar as vítimas da catástrofe no Rio Grande do Sul, através do Governo de SP

As doações de água potável e produtos de limpeza (como água sanitária, desinfetante, sabão em barra, sacos de lixo, etc.) e higiene (creme dental, escova de dente, sabonete, shampoo e condicionador, etc.) devem ser mantidas. O Governo de São Paulo já soma...