Plano de imunização contra a Covid-19 vai ser apresentado à população em breve, diz MS


Quinta-feira | 10 de dezembro, 2020 | 16h19


VACINAÇÃO COVID-19


Ministro da Saúde enviou o material para revisão técnica antes de ser apresentado ao STF e à população brasileira. De acordo com a pasta, o Programa Nacional de Imunizações é o maior do mundo e está preparado para cumprir seu papel.

O plano de imunização contra a Covid-19 será apresentado aos brasileiros em breve, em evento. “É importante informar que o plano está estruturado, mas pode sofrer alterações à medida em que os ensaios clínicos das diferentes vacinas sejam concluídos, as mesmas sejam registradas na Anvisa, incorporadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) e adquiridas. Temos uma equipe extremamente qualificada trabalhando neste material há mais de 3 meses e que seguirá nesta missão enquanto estivermos vacinando a população, observando sempre a curva epidemiológica e a oferta de novos imunizantes. Assim, garantiremos um serviço de excelência aos brasileiros”, explicou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

 

Reabertura do comércio em SP, mostra a tensão dos empresários para pagarem suas contas e manter os negócios. Imagem: aloart

Reforçando o compromisso do Brasil no enfrentamento à Covid-19, Pazuello garantiu nesta terça-feira (8) em reunião com governadores que “todas as vacinas que tiverem eficácia e registro da Anvisa serão adquiridas”. Foto: Aurélio Pereira/MS

 

O plano foi elaborado por uma equipe qualificada de especialistas – colaboradores convidados e técnicos do próprio ministério –, que compõem a Câmara Técnica implementada a partir da Portaria nº 28, de 03 de setembro de 2020. Além do Ministério da Saúde, integram o grupo, dentre outros, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Instituto Nacional de Controle e Qualidade em Saúde (INCQS), a Fiocruz, o Instituto Butantan, o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), sociedades médicas, conselhos federais da área da saúde, Médicos Sem Fronteiras e integrantes dos Conselhos Nacionais de Secretários Estaduais e Municipais de Saúde (Conass e Conasems) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Os eixos prioritários que guiam o material são: situação epidemiológica, atualização das vacinas em estudo, monitoramento e orçamento, operacionalização da campanha, farmacovigilância, estudos de monitoramento pós marketing, sistema de informação; monitoramento, supervisão e avaliação; plano de comunicação; encerramento da campanha.

 

Fonte: Ministério da Saúde

 

As fases do plano preliminar priorizam grupos, que levam em conta informações sobre nuances epidemiológicas da Covid-19 entre os brasileiros, bem como comorbidades e dados populacionais.

Na primeira fase, a prioridade será de profissionais da saúde, população idosa a partir dos 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas) e população indígena. Em um segundo momento, pessoas de 60 a 74 anos. Na terceira fase deverão ser imunizadas pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença (como diabéticos, cardiopatas, pneumopatas e portadores de doenças renais crônicas, entre outras). A quarta e última fase deve priorizar professores, forças de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional.


Fonte: Ministério da Saúde

Leia mais sobre
CORONAVÍRUS

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Presépio e a magia da natividade
Exoesqueleto robótico para reabilitação humana
Covid-19: filme de PVC para alimentos inativa o SARS-CoV-2
Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo
3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
  • Presépio e a magia da natividade

  • Exoesqueleto robótico para reabilitação humana

  • Covid-19: filme de PVC para alimentos inativa o SARS-CoV-2

  • Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo

  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

Categorias

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Share This