Reconstruindo vidas após a tortura: Ahmed


Segunda-feira, 26 de dezembro de 2016, às 18h27


O uso da tortura em qualquer situação e sob qualquer circunstância é absolutamente proibido, de acordo com o direito internacional. Conheça a história de Ahmed Amin, diretor de uma instituição de reabilitação dedicada às vítimas de tortura no Iraque.

 

Ahmed. Reprodução / ACNUDH

Ahmed. Reprodução / ACNUDH

 

O Fundo da ONU para as Vítimas de Tortura apoia financeiramente essa e outras organizações que promovem assistência médica, psicológica, humanitária, social e jurídica às vítimas de tortura e seus familiares.


 

Assista ao vídeo

Reconstruindo vidas após a tortura: Ahmed

Protesto na capital brasileira em 2011. Foto: Marcello Casal Jr/ABr

Protesto na capital brasileira em 2011. Foto: Marcello Casal Jr/ABr

Leia mais sobre
INTERNACIONAL

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo
3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo
Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro
Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo
  • Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo

  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

  • Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo

  • Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro

  • Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Share This