Quarta-feira | 20 de janeiro, 2021 | 19h21 - atualizado 21 de janeiro para mais informações


Parque no alto do Tatuapé cumpre papel importante para manter a forma física dos moradores e por consequência a saúde física e mental para muitos.

Árvores frondosas e alamedas bem cuidadas incentivam os moradores às caminhadas durante o dia inteiro contribuindo para a saúde nestes tempos de pandemia. Reaberto no dia 6 de julho, depois de permanecer alguns meses fechado para evitar aglomerações, o Ceret está bem aparelhado para receber os visitantes.

 

Ceret: beleza e muitos frequentadores contentes por desfrutarem essa área de lazer enquanto a pandemia não passa. Foto: aloimage

 

Ao chegarem, os usuários têm a temperatura medida e precisam estar usando máscaras para poderem entrar. As quadras de tênis foram reabertas e os aparelhos de ginástica também podem ser usados.

História

A desapropriação do local onde hoje está instalado o Ceret esteve pautada na Câmara Municipal de São Paulo desde 1952, quando foi declarada de utilidade pública a Mata Paula Souza – uma pequena área de Mata Atlântica remanescente na região do atual Jardim Anália Franco. No entanto, a inauguração só ocorreu em 1974.

O parque tem uma relação curiosa com o futebolista Leônidas da Silva, o inventor da “bicicleta”. Consta que desde antes da inauguração, o atleta exerceu o cargo de diretor do Ceret, ao lado de Candinho Neto, presidente da ABRET (Associação Brasileira de Esportes para Trabalhadores).

No centenário de aniversário do jogador, foi realizado um campeonato de futebol e fixada uma placa na entrada do parque em sua homenagem, como uma forma de agradecimento pelos serviços prestados.


O parque está localizado no Jardim Anália Franco, à Rua Canuto Abreu, s/nº. Aberto das 6h às 16h - Tel.: 2671-8788.

Leia mais sobre
TATUAPÉ

 

Leia as últimas publicações