Decisão do STF foi uma escolha política, diz a deputada Janaína Paschoal, vídeo


Sábado | 9 de novembro, 2019 | 12h28


Para ela o momento é grave. Em seu pronunciamento na tribuna da ALESP, nesta sexta-feira (8), comprova o sentimento popular que já vem se intensificando de que o STF trabalha a favor dos presos e condenados da Lava Jato.

Gerson Soares

Esse é o sentimento popular, por mais que o Supremo Tribunal Federal (STF) afirme o contrário. A encenação feita durante a tramitação do processo que mudou a doutrina que vinha sendo aplicada desde 2016, sobre a prisão depois da decisão de segunda instância, não surpreendeu quem tem conhecimento de causa, apenas confirmou a decepção. Citando os conflitos no Chile e na Bolívia, “situações tensas até mesmo no Uruguai com eleições bastante acirradas, na Venezuela nem se fala”, a deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP), manifestou-se na tribuna da Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), depois da decisão do STF.

 

No plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), a deputada Janaína Paschoal diz não estar surpresa com decisão do STF. "Eu estou triste, mas não estou decepcionada, porque eu não tinha uma expectativa positiva com a decisão de ontem", disse nesta sexta-feira. Foto: José Antonio Teixeira / Arquivo

 

“Temos no País um grupo que efetivamente está interessado em gerar conflitos e conturbar a paz social. Então, eu fico muito preocupada neste momento com as pessoas que estão indignadas, com razão”, afirmou com relação ao STF. Dizendo apoiar a manifestação que deve ocorrer logo mais em várias capitais brasileiras, ela reiterou sua posição quanto ao que ficou decidido. “Havia um conjunto de argumentos jurídicos tanto para manter a prisão em segunda instância, como para reverter a prisão em segunda instância.”

Apesar disso, a deputada vê uma opção na decisão proferida nesta quinta-feira (7). “Esse julgamento no Supremo Tribunal Federal foi um típico julgamento de bola dividida, tanto é que o placar mostra. Havia elementos consistentes para os dois lados. No entanto, fica evidenciado que houve uma escolha política de combater todo o trabalho de depuração que vem sendo feito neste país”, referenciou mencionando o impeachment da presidente Dilma, a Lava Jato. Para Janaína Paschoal, é um momento grave e delicado.

“As notícias que vão aparecendo, já mostram que presos dos mais diversos partidos já fizeram o seu pedido de liberdade. O STF deu o caminho pra libertar presos do PT, MDB, PSDB, presos de outros tantos partidos que estão envolvidos, pessoas que inequivocamente lesaram aos milhões, algumas aos bilhões, os cofres públicos. E qual é o sinal que se dá pra quem está na ponta? O policial civil, militar, federal, o promotor de Justiça, o procurador da República, o juiz de primeira instância, qual é o sinal que dá: não adianta trabalhar direito, não adianta fazer a sua parte, não adianta essa dedicação. Então é um sinal muito negativo que o STF traz. Infelizmente é uma atuação que reforça o sentimento de desesperança da população e pior, reforça discursos de retrocesso, que de alguma maneira diminui o papel das instituições. Nós não poderíamos neste momento passar por isso.”

Ao encerrar sua fala, a deputada do PSL paulista reiterou seu apoio às manifestações, mas aconselhou que os manifestantes “estejam atentos e fujam de provocações, não estimulem o conflito, não provoquem. Retirem-se de ambientes que sejam belicosos, porque o nosso país tem de ser um exemplo de paz para os países vizinhos.”


Fontes : Ficha Social / ALESP

Confira a íntegra do discurso durante a Sessão Plenária desta sexta-feira (8/11) na Assembleia Legislativa de São Paulo


Janaina Paschoal, Deputada Estadual - PSL - 08/11/2019

 

Circulação com patinetes elétricos invadiram as ruas das grandes cidades nos últimos meses. Em São Paulo, Prefeitura regulamenta o uso do equipamento. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Leia mais sobre
ALÔ SÃO PAULO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil
Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo
Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo
Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo
Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores
Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo
Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo
Itália em São Paulo
  • Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil

  • Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo

  • Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo

  • Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo

  • Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores

  • Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo

  • Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo

  • Itália em São Paulo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*