Economia e Coronavírus: Bolsonaro, Guedes e empresários pedem união dos três poderes


Sexta-feira | 8 de maio, 2020 | 12h59


A fim de enfrentar a crise imposta ao setor econômico pela COVID-19, presidente vai ao STF acompanhado por empresários e ministros, como Paulo Guedes que demonstraram a importância de políticas voltadas para que o Brasil possa voltar a crescer.

Conclamando para que os três poderes se unam a fim de combater o coronavírus e cuidar das pessoas, mas com os olhos voltados para a economia, o presidente da República, Jair Bolsonaro, ministros do governo e empresários representando diversos setores econômicos foram a pé até o prédio do Supremo Tribunal Federal (STF) para uma reunião com o presidente da Corte, Dias Toffoli. Bolsonaro apelou para que os três poderes busquem uma solução conjunta para enfrentar a crise provocada pelo novo coronavírus.

 

Reunião com Braga Netto, Ministro-Chefe da Casa Civil da Presidência da República; Paulo Guedes, Ministro de Estado da Economia; Dias Toffoli, Presidente do Supremo Tribunal Federal; e grupo de empresários. Foto: Marcos Corrêa/PR

 

“Devemos ter todo o cuidado possível para preservar vidas, principalmente, as dos grupos de risco. O efeito colateral do vírus não pode ser mais danoso do que a própria doença”, disse, referindo-se à economia e ao aumento do desemprego. “Todos, não compete ao Executivo, ao Legislativo ou ao Judiciário, isoladamente. Todos nós estamos aqui buscando uma solução para resolver esse problema. Economia também é vida”, afirmou.

Bolsonaro alertou que atualmente, no Brasil, 38 milhões de trabalhadores informais ou autônomos perderam a renda ou parte dela. O presidente tem atentado para a situação do desemprego desde o início da pandemia. Hoje, segundo ele, são mais de dez milhões de desempregados em todo o Brasil, e o número, caso nada seja feito, só tende a crescer, afirmou.

A economia brasileira pode surpreender o mundo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, fez um alerta durante a reunião no STF. “Ouvi os relatos dos industriais que a economia pode entrar em colapso. O presidente foi o primeiro a alertar sobre essa possibilidade. Mas, ainda temos os sinais vitais preservados, um pouco mais e nós saímos”, diz referindo-se à crise. “Vamos surpreender o mundo todo, reativar a economia antes dos outros e vamos sair disso”, rebate com otimismo, mas para Guedes o importante agora é contribuir para levantar o Brasil. “Não queremos virar a Venezuela e nem a Argentina”, salientou em relação à economia.

Ao tratar da preocupação dos empresários, com quem se reuniu antes no Palácio do Planalto, o presidente informou que assinou um decreto incluindo a atividade de construção civil no rol de atividades essenciais, visando à retomada do funcionamento do setor mesmo diante das medidas de isolamento social.

 

Reunião com a imprensa após saída do STF. Foto: Marcos Corrêa/PR

 

Ele lembrou também a importância das indústrias na economia ao dizer que o setor é responsável por 45% do produto interno bruto (PIB) brasileiro. Para o presidente, é importante que se preserve vidas, mas é preciso também tomar medidas calcadas na lei para assegurar a economia.

Ao final da reunião, do lado de fora do STF, o presidente conversou com a imprensa e ressaltou que a indústria está na UTI. Ele frisou que o posicionamento dos empresários é para que seja feita a flexibilização de medidas de isolamento e disse que até agora a economia brasileira está conseguindo preservar os “sinais vitais”, graças ao histórico positivo criado pelo Governo Federal ao longo de 2019. No entanto, mesmo com o bom trabalho, o cenário de isolamento permanente pode levar a economia e o País a um colapso.

Fonte: Planalto / Presidência da República

Presidente Jair Bolsonaro em sua live semanal. Foto: reprodução / YouTube

Leia mais sobre
ECONOMIA

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo
3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo
Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro
Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo
  • Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo

  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

  • Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo

  • Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro

  • Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo

Categorias

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Share This