Segunda-feira | 18 de maio, 2020 | 19h37 - atualizado em 10 de junho às 20h52

 

FOME


Entidades assistenciais, beneficentes e associações deixaram de receber o volume de contribuições normais por causa do coronavírus. Grupos acostumados a amparar os vulneráveis estão fazendo o que podem para alimentar essas pessoas, que têm fome.

Gerson Soares

A fome é uma sensação que não passa, a não ser comendo. Pode ser comparada a uma dor e o remédio é um prato de comida. Ajude a paróquia se puder, doando alimentos que serão preparados e distribuídos aos mais necessitados por uma equipe que vai ao encontro deles.

 

Equipe durante o preparo dos marmitex. Foto: divulgação / PNSC

 

“Arroz, feijão, macarrão, molho, sal, óleo, batata, cenoura, abobrinha, berinjela, alho, cebola”, são os principais gêneros necessários apontados pela equipe que prepara as refeições. A igreja “está realizando a distribuição de aproximadamente 1.000 marmitex para os irmãos de rua (pessoa em situação de vulnerabilidade)”, informam.

As doações agora são cada vez mais indispensáveis “para continuar realizando este trabalho”, expõem sobre as arrecadações que precisam e fazem outro apelo: “Além disso, os envolvidos necessitam de máscaras descartáveis, embalagens para marmitex de alumínio n°8 e garfos descartáveis para servir as refeições.”

 

Fila de entrega de marmitex durante. Foto: divulgação / PNSC

 

As entregas podem ser realizadas na Secretaria da Paróquia de segunda a sábado a partir das 8h e domingo das 8h às 14 h. Quem quiser doar e não puder entregar pode ligar para (11) 2093-1920 ou falar com o padre José Mário pelo número (11) 98647-0947. A Paróquia Nossa Senhora da Conceição, está localizada no centro da Praça Sílvio Romero.

 

Felicidade: Doador chega com alimentos. Foto: divulgação / PNSC

 

A pandemia de coronavírus trouxe à tona a realidade do submundo da pobreza no Brasil. Em São Paulo as pessoas menos privilegiadas estão aparecendo nas ruas, ocupando as calçadas e o baixio das pontes. Isso já existia, mas era pouco notado. No Tatuapé essa percepção pode ser transformada em um ato de bondade com as doações de alimentos à Paróquia Nossa Senhora da Conceição. Qualquer pessoa puder contribuir será de grande ajuda.

 


FESTA DE SANTO ANTÔNIO

A tradicional festividade eclesiástica que abre as Festas Juninas ocorre também na Paróquia Nossa Senhora da Conceição e é mais uma forma de arrecadar fundos de ajuda aos vulneráveis. No próximo sábado, dia 13 de junho, o famoso "bolo de Santo Antônio" será vendido no sistema Drive-Thru por R$ 5,00 a partir das 9h na Praça Sílvio Romero.

 

 

Evento arrecadou 1,5 tonelada de alimentos neste final de semana no Tatuapé.

Leia mais sobre
TATUAPÉ

Leia mais sobre
CORONAVÍRUS

Leia as últimas publicações

Categorias