Sexta-feira | 20 de março, 2020 | 20h34


A agitação dos carros e coletivos deu lugar ao trânsito tranquilo. Peruas escolares quase nem foram vistas. O movimento do bairro que centraliza muitas atividades da zona Leste mostrou até mesmo um certo marasmo.

Gerson Soares

A semana começou deixando a impressão de que o Tatuapé resistiria às recomendações governamentais que pediam restrição a aglomerações. As pessoas estavam nas academias e as escolas ainda recebiam boa parte dos alunos.

 

Rua Coelho Lisboa em direção à Praça Sílvio Romero na quarta-feira (18) às 7h da manhã: movimento atípico. Foto: aloimage

 

Mas foi só uma insinuação, no final da segunda-feira (16) o movimento caiu abaixo do normal. Às 7 da manhã o trânsito já era menor. Na terça os efeitos da pandemia de coronavírus foram mais significativos e na quarta a queda se manteve nesse mesmo horário e durante o dia inteiro.

Calcula-se que 50% menos veículos estiveram trafegando nesta semana na Rua Coelho Lisboa – uma das principais vias do bairro – em direção à Praça Sílvio Romero e à Rua Padre Adelino ou pelas transversais com o fechamento das escolas e o receio que paira no ar.

CERET

Por sua vez, um dos parques mais frequentados do bairro localizado no Jardim Anália Franco, o CERET dava a impressão de manter o público habitual ou apenas um pouco abaixo do fluxo costumeiro na quarta-feira (18) por volta das 8h.

 

Ceret na quarta-feira (18) por volta das 8h. Foto: aloimage

 

O clima das alamedas e o ambiente arbóreo podem ser bem aproveitados para exercícios, corridas ou apenas para caminhar ao ar livre na falta das academias, que devem ter suas atividades paralisadas totalmente neste domingo, segundo o Governo e a Prefeitura de São Paulo.

Nesta sexta-feira vários pontos de encontro como os barzinhos que normalmente apresentam bom movimento, estavam de portas fechadas, com exceção de alguns que se preparavam para abrir, no final da tarde de hoje.

Com a ordem de fechar parte do comércio para coibir a proliferação do coronavírus e a fiscalização pela Polícia Militar e dos fiscais da Prefeitura, o comércio vai parando e assim deverá permanecer até o dia 5 de abril. A restrição às academias e shoppings centers por enquanto é ainda mais rigorosa e só poderão funcionar a partir do dia 30 de abril.

Rua Luiz dos Santos Cabral: ciclofaixa pronta para receber recapeamento. Foto: aloimage

Leia mais sobre
TATUAPÉ

 

Leia as últimas publicações

Categorias