Temer diz que não mira popularidade, mas recolocar País nos trilhos, falou a estrangeiros


Segunda-feira, 3 de outubro de 2016, às 18h54


“Se eu chegar ao final do meu governo com 5% de popularidade, mas conseguir colocar o Brasil de volta aos trilhos, me dou por satisfeito”, disse o presidente aos correspondentes estrangeiros dos jornais Clarín e La Nación.

O presidente da República, Michel Temer, disse em entrevista a jornais estrangeiros que a prioridade do governo é estabilizar e reunificar o País, acima de intenções eleitorais: “Se eu chegar ao final do meu governo com 5% de popularidade, mas conseguir colocar o Brasil de volta aos trilhos, me dou por satisfeito”.

 

Em visita oficial à Argentina, o presidente brasileiro encontrou-se com Maurício Macri da Argentina em Olivos, na manhã de hoje (3). Foto: Beto Barata/PR

Em visita oficial à Argentina, o presidente brasileiro encontrou-se com Maurício Macri da Argentina em Olivos, na manhã de hoje (3). Foto: Beto Barata/PR

 

Na última sexta-feira (29), Michel Temer conversou com correspondentes dos jornais Clarín e La Nación sobre a situação do Brasil e o futuro econômico do País. Nas entrevistas publicadas neste domingo (02), o presidente afirmou que a economia deverá estar recuperada no próximo ano, mas alertou que esse cenário só será possível se as medidas propostas pelo governo forem aprovadas.

Na entrevista, Temer ressaltou que a primeira medida que precisa ser aprovada é a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que define um teto para os gastos públicos. Segundo ele, essa é a “pedra fundamental” do atual governo. “Isso vai reestabelecer a confiança, que levará a inversões. Tenho recebido muitos empresários estrangeiros que estão interessados em investir no País, o que permitiria recuperar postos de trabalho. Isso levará um tempo, mas calculo que, em meados do próximo ano, a economia haverá se recuperado”, declarou. Ao jornal La Nacion afirmou, ainda, que a reforma da Previdência Social e do sistema trabalhista são “medidas-chave” do governo.

De acordo com Temer, mesmo que duras, as reformas propostas necessitam ser feitas. Isso porque, segundo ele, o Brasil chegou a atual situação devido à “covardia” que havia no passado para enfrentar os problemas – ao contrário da atual gestão. Contudo, o apoio do Congresso Nacional é necessário para reverter o cenário.

Visita à Argentina e ao Paraguai

Nesta segunda-feira (3), o presidente Michel Temer já está na Argentina, onde está sendo recebido pelo presidente Mauricio Macri, em sua primeira visita oficial. “O pensamento de Macri é muito parecido com o que nós temos. Isso facilitará muito as coisas”, apontou. De lá, seguirá para o Paraguai e se reunirá com presidente do país vizinho, Horacio Cartes. Mercosul, desenvolvimento fronteiriço e a retomada de fluxos comerciais e de investimentos estarão na pauta dos encontros.

Fonte: Portal Planalto
Presidente Michel Temer durante entrevista ao The Wall Street Journal & Dow Jones Newswires. (Brasília - DF, 15/09/2016). Foto: Carolina Antunes/PR

Presidente Michel Temer durante entrevista ao The Wall Street Journal & Dow Jones Newswires. (Brasília - DF, 15/09/2016). Foto: Carolina Antunes/PR

Leia mais sobre
POLÍTICA

 

Presidente Michel Temer recebe John Anthony Santa María Otazúa, Presidente Mundial da Coca-Cola FEMSA. (Brasília - DF, 26/09/2016). Foto: Carolina Antunes/PR

Presidente Michel Temer recebe John Anthony Santa María Otazúa, Presidente Mundial da Coca-Cola FEMSA. (Brasília - DF, 26/09/2016). Foto: Carolina Antunes/PR

Leia mais sobre
ALÔ BRASIL

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo
3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo
Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro
Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo
  • Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo

  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

  • Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo

  • Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro

  • Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Share This