Coronavírus e a gripe espanhola: quarentena e improvisos


Domingo | 10 de maio, 2020 | 18h12

 

:: As autoridades de antes se viram acuadas, assim como hoje.


Gerson Soares

São Paulo no final da primeira década do século XX podia ser considerado avançado sobre vários aspectos. Crescia desordenadamente, no entanto. Apesar de terem enfrentado outros surtos epidêmicos, as autoridades foram surpreendidas com a pandemia de gripe espanhola. Nos dias de hoje, um século depois, a surpresa não foi diferente.

Em outubro de 1918, a situação era esta: “Dois dias depois do anúncio do estado epidêmico na cidade, 16 de outubro, eram notificados 29 casos; dia 17, 99 casos; dia 18, 179 casos; dia 22, 982 casos, e no dia 23, já eram 1144 casos”, apurou a equipe do Museu da Imigração. Daí em diante relata-se que os números e as cenas assustavam e houve uma mobilização geral para cuidar dos doentes. O Clube Paulistano, o Palestra Itália e o Corinthians estavam jogando do mesmo lado, todos queriam ajudar a Cruz Vermelha que driblou a pandemia como pode.

 

Foto: Acervo Museu da Imigração/APESP

 

No dia 28 de fevereiro de 2020, em São Paulo havia, oficialmente, 1 caso confirmado de coronavírus e 66 suspeitas. O diagnóstico foi feito no dia 25, terça-feira de carnaval. Em 2 de março, sempre os números oficiais, 163 casos suspeitos e 2 confirmados; dois dias depois, 3 confirmações. Na data 17 de março, registrava-se 162 casos e a Prefeitura decretava estado de emergência. Dia 20, 286 casos.

As autoridades percebem que vão perder o controle e uma quarentena foi determinada pelo Governo do Estado no dia 21, para vigorar a partir do dia 24 de março, quando já eram contabilizados 396 casos e 15 mortes. Um mês depois, no dia 20 de abril, os número indicavam 1.037 óbitos e cerca de 14,6 mil pessoas infectadas. Neste sábado, 9 de maio, eram 3.608 mortos e 44.411 pessoas, oficialmente, contaminadas.

O coronavírus ou a doença causada por ele, chamada de COVID devido ao termo em inglês Coronavirus Disease e por ter surgido no ano 2019, teve sua origem em Wuhan na China, segundo os dados oficiais. Ao espalhar-se rapidamente pelo mundo, vem demonstrando o quanto somos fortes e muitos de nós preparados para sobreviver aos males das eras.

Leia mais sobre
CORONAVÍRUS

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo
3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo
Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro
Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo
  • Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo

  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

  • Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo

  • Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro

  • Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Share This