Dia Mundial do Café – origens e cafeicultura paulista

Sexta-feira, 6 de maio de 2016 às 16h46


Em 14 de abril, comemorou-se o Dia Internacional do Café. Produto de origem lendária, o café é originário da Etiópia, mas sua propagação deveu-se aos árabes e foi somente no século XVI que os persas, ao torrarem os grãos, transformaram-no na bebida que conhecemos hoje.

Fundação Energia e Saneamento

Introduzido na Europa pelos holandeses, chegou à América via Suriname. Os franceses plantaram-no na vizinha Guiana Francesa e foi de lá que Francisco de Mello Palheta trouxe, em 1727, as primeiras mudas para o Brasil, a pedido de João da Maia da Gama, governador do Grão-Pará.

 

Foto: Acervo Fundação Energia e Saneamento de São Paulo

Foto: Acervo Fundação Energia e Saneamento de São Paulo

 

Em 1760, já era plantado no Rio de Janeiro e, posteriormente, em São Paulo e Minas Gerais, com emprego da força de trabalho escrava e, mais tarde, com a mão de obra imigrante.

Seu cultivo sempre foi trabalhoso e demorado, pois um cafeeiro leva cinco anos para começar a produzir. Além disso, após o plantio, era preciso carpir à volta das mudas para livrá-las das ervas daninhas. À colheita manual seguiam-se a exposição dos grãos ao sol para secagem no terreiro – em período que variava de 30 a 90 dias – e o beneficiamento, feito em geral com uso do monjolo.

 

Café na Fazenda Val de Palmas, de João Batista de Araújo, pioneiro na região de Bauru. S.d. Foto: Acervo Fundação Energia e Saneamento de São Paulo

Transporte do café para secagem. S.d. Foto: Acervo Fundação Energia e Saneamento de São Paulo

Apesar das dificuldades inerentes à produção, transformou-se, ao longo do século 19, no principal produto de exportação do Brasil. A partir de então e até a década de 1930, a economia nacional dependeu dele, em especial o Estado de São Paulo, cuja urbanização e industrialização foram-lhe tributárias.

Nesse sentido, é possível afirmar que café e energia foram fundamentais para o desenvolvimento do Estado paulista, pois se o excedente de capital produzido pela cafeicultura foi em parte investido na infraestrutura, aí incluída a energia, por outro lado, a energia, ao ser empregada em diversas etapas da produção do café, dinamizou-a.

 

Transporte do café da propriedade à estação, por carroças a tração animal. S.d. Foto: Acervo Fundação Energia e Saneamento de São Paulo

Armazenamento do café. S.d. Foto: Acervo Fundação Energia e Saneamento de São Paulo

Outra questão importante e diretamente ligada a esse produto é a do transporte. Inicialmente realizado pelas tropas de burros, o café foi o grande responsável pela extensão das ferrovias, pois era preciso encurtar o tempo entre sua produção nas fazendas e os portos responsáveis por sua exportação.

Na mais recente produção editorial da Fundação Energia e Saneamento, “São Paulo em 200 imagens”, seis fotos ilustram o processo de produção e comercialização do café paulista.

Porto de Santos, cujo crescimento se deveu muito à cafeicultura. S.d. Foto: Acervo Fundação Energia e Saneamento de São Paulo

Transporte do armazém do navio. S.d. Foto: Acervo Fundação Energia e Saneamento de São Paulo

Confluência dos rios Tietê e Pinheiros, olhando-se em direção a Osasco. S.d. Foto: acervo FES

Confluência dos rios Tietê e Pinheiros, olhando-se em direção a Osasco. S.d. Foto: acervo FES

Leia mais sobre
HISTÓRIA DE SÃO PAULO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil
Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo
Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo
Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo
Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores
Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo
Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo
Itália em São Paulo
  • Bolsonaro lança partido Aliança pelo Brasil

  • Nota de repúdio da Associação Nacional dos Procuradores da República, vídeo

  • Pátria Amada Brasil: 300 dias de Governo

  • Alexandre Garcia: visão de mais de 50 anos de jornalismo

  • Plano Safra é lançado com R$ 225,59 bilhões para produtores

  • Presidente pede confiança para mudar o Brasil, vídeo

  • Presidente Bolsonaro concede entrevista à Jovem Pan: balanço dos 100 dias de governo

  • Itália em São Paulo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*