Licitação para banquetes no STF envergonha o país, dizem senadores – vídeo


Quinta-feira | 2 de maio, 2019 | 18h47


Licitação de 1.134 milhão de reais em processo no STF para comprar entre outros itens lagostas, camarões e bebidas importadas, provocam reações no Senado. Para brasileiros isso é uma piada de mau gosto e um sonho impossível.

Em alusão a Operação Lava Jato, está ganhando cada vez mais adeptos a Operação Lava Toga. Assim esta sendo chamado o desejo de parte da classe política e da sociedade brasileira para que seja iniciada uma investigação sobre a atuação dos Tribunais Superiores. E, uma licitação que pode alcançar mais de 1,1 milhão de reais, para alimentar 11 ministros e outros comensais que os orbitam, reacendeu essa vontade brasileira de acabar com as mordomias destinadas a autoridades, mas que são impossíveis para a grande maioria do povo brasileiro que na verdade financia as extravagâncias.

 

Reguffe: Condena gastos públicos com mordomias enquanto população padece até com falta de remédios. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

 

Em pronunciamento no Plenário do Senado Federal nesta terça-feira (30), o senador Reguffe (sem partido-DF) fez críticas pesadas à licitação para banquetes no STF. O processo de caráter gastronômico de alta classe obriga as empresas candidatas a fornecerem, entre outros quesitos: camarões graúdos, medalhões de lagostas, uísques puro malte com 12, 15 ou 18 anos. Os vinhos precisam ter ganhado no mínimo quatro premiações internacionais. De acordo com a IstoÉ, as uvas dos vinhos brancos (Chardonnay e Sauvignon Blanc) precisam ter sido colhidas a mão.

“O que eles vão gastar, a partir de agora – a licitação foi feita na última quarta-feira –, com café da manhã, com almoço, com jantar, com direito a lagosta, a camarão, a uísque de 25 anos, a vinho de R$12 mil? Mais de R$ 1 milhão, o gasto com alimentação de 11 ministros. Isso não tem cabimento. Isso é um desrespeito total”, reclamou o senador Kajuru.

 

Kajuru: fim da previdências especial para parlamentares e espanto com verba de 1,1 milhão para banquetes no STF. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

 

Citando que esse ato do STF deve ser mencionado no Senado Federal, Reguffe arrematou: “Isso não é correto, isso não é coisa de país sério”. Falando sobre o esbanjamento dos recursos públicos, ele ainda enfatizou os gastos com outros setores. “Há um estudo da ONG Contas Abertas, a administração pública federal, gasta por ano com uso de veículos oficiais 1,6 bilhão de reais”. Ele pediu apoio ao projeto (PLS 547/2018) de sua autoria, que dá fim ao uso de carros oficiais no Brasil, excetuando-se apenas o presidente da República, na condição de chefe de Estado.

De acordo com o Correio Brasilienze, o STF divulgou nota, afirmando que “o edital da licitação do serviço de refeições institucionais em elaboração pelo STF reproduz as especificações e características de contrato semelhante firmado pelo Ministério das Relações Exterior (que faz o cerimonial da Presidência da República)”. A nota diz ainda que os itens foram reduzidos, “dos 21 itens contratados pelo ministério, 15 são objeto de licitação do STF”.

Com informações de IstoÉ, Agência Senado e Correio Braziliense

Senador Kajuru confidencia que recebeu dados absurdos diretamente de um ministro do STF

 
Folha Política
Publicado em 1 de mai de 2019

PEC reduz férias de magistrados e membros do Ministério Público. Proposta do senador Carlos Viana também prevê demissão, em vez de aposentadoria compulsória, como sanção para juízes que cometem infração. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Leia mais sobre
ALÔ BRASIL

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo
3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo
Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro
Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo
  • Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo

  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

  • Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo

  • Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro

  • Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo

Categorias

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Share This