Governo não abre mão do Dia das Mães, comércio permanecerá fechado


Domingo | 3 de maio, 2020 | 13h43


As opiniões se dividem sobre a atuação da governança paulista. Governo é irredutível quanto à abertura do comércio no Dia das Mães, segunda data mais importante para a economia de diversos setores.

Gerson Soares

Depois de 40 dias de isolamento social e do decreto que determinou uma quarentena nos 645 municípios de São Paulo, o Governo do Estado está irredutível quanto a antecipação da reabertura ou relaxamento da quarentena antes do Dia das Mães. O Centro de Contingência do Coronavírus ainda deverá enfrentar ou se precaver para uma situação irônica: a retomada as atividades no dia 11 de maio em pleno aumento da curva de contaminações. Segundo seus próprios levantamentos, os casos de óbitos dobraram nos últimos 10 dias.

 

Shoppings centers e o comércio em geral pressionam governo paulista para reabertura antes do Dia das Mães. A medida teria de ser bem planejada para não aumentar a propagação do coronavírus, mas governo está irredutível. Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

 

Em São Paulo, as empresas continuam fechadas de maneira geral e a Prefeitura não aceitou negociar a isenção do IPTU, o que aliviaria o bolso de muita gente. “Isso só beneficiários os mais ricos”, disse o prefeito Bruno Covas. Depende do que ele entende por ricos, pois uma boa parcela dos possíveis beneficiados proporciona salários e empregos a outras tantas famílias.

Apesar da pressão das entidades que representam os lojistas e administradores de shoppings centers, como a ALSHOPP (saiba mais) e a ABRASCE (Associação Brasileira de Shoppings Centers), o governador João Doria e sua equipe da “ciência e da medicina” também não abrem mão de uma antecipação da quarentena, que teoricamente poderia favorecer uma recuperação do comércio no Dia das Mães.

A ABRASCE, diz aceitar as regras impostas pelo governo paulista, mas adverte para as consequências que afetarão o setor que emprega mais de 1,1 milhão de pessoas. A entidade já elaborou um “protocolo de operação após a reabertura dos shoppings” (leia) para a volta das atividades pós coronavírus, com orientações aos lojistas e clientes, envolvendo cuidados e prevenções.

Segundo a ABRASCE e a ALSHOPP, mesmo com a reabertura antes do Dia das Mães ou não, haverá um período de reaquecimento e as vendas ficarão aquém do esperado, devido ao medo das pessoas. Uma antecipação poderia acelerar o processo de retomada dos negócios.

Leia mais sobre
ALÔ SÃO PAULO

 

CORONAVÍRUS

Leia as últimas publicações

Recent Videos

3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo
Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro
Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo
Governo faz a atualização desta terça-feira, 31 de março – assista ao vivo
  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

  • Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo

  • Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro

  • Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo

  • Governo faz a atualização desta terça-feira, 31 de março – assista ao vivo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*