Síndrome do prédio doente: cuidado


Domingo | 10 de março, 2019 | 13h47


Rinite e sinusite são enfermidades distintas, mas que podem ocorrer conjuntamente.

A primeira é um processo inflamatório de mucosa nasal, enquanto a segunda é causada pela infecção dos seios paranasais. De comum, é possível dizer, por exemplo, que ambas podem ser uma consequência da Síndrome do prédio doente.

 

Síndrome do prédio doente.
Imagem: APM / divulgação

 

RINITE

Em episódios de rinite, a inflamação pode ocorrer por vírus, bactéria e insetos. Ou por alergias decorrentes, em muitos casos, de inalantes, como poeira, fumaça, perfumes, itens de limpeza ou cloro de piscina; produtos alimentícios, a exemplo de corantes. Certas vezes estão associadas a outras alergias, como a de pele.

Segundo o ex-presidente do Departamento Científico de Otorrinolaringologia da Associação Paulista de Medicina e Secretário Geral da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, Edson Ibrahim Mitre, os principais sintomas, além dos espirros frequentes, são congestão nasal, coriza transparente, na cor de clara de ovo, e olhos vermelhos. Quando alérgica, também se relaciona à coceira no nariz, na garganta e possivelmente nos olhos e ouvidos.

Pessoas que trabalham em ambientes fechados ou passam grande parte do tempo dentro de casa estão mais susceptíveis. É a chamada Síndrome do prédio doente, onde muitos vírus e bactérias são disseminados pelo ar em dutos de ar condicionado e pelo fato das janelas não abrirem.

“Diversos locais têm ar condicionado central, cujos dutos raramente são higienizados, acumulando poeira e insetos, que contribuem para doenças respiratórias”, alerta Mitre.

Crianças e idosos também são mais vulneráveis, nos casos de infecção e inflamação, devido à fragilidade do sistema imunológico.

SINUSITE

A sinusite, sendo em geral infecciosa-bacteriana, não provoca espirros, mas causa secreção amarelada ou esverdeada que persiste durante dias, podendo provocar dor no rosto, ao redor dos olhos e na fronte. Também apresenta tosse, que piora quando deitado.

“Outras rinites, como o resfriado comum, e a sinusite, são todas transmitidas pelo ar, então em épocas de inverno e ambientes com maior concentração de pessoas facilitam a disseminação.

O tratamento varia de acordo com o diagnóstico. Para a sinusite, há, na maioria das vezes, cura com os antibióticos corretos durante o tempo apropriado. No caso da rinite alérgica, não é possível curá-la, mas pode-se evitar e tratar as crises tomando medicamentos e, fundamentalmente, controlando o ambiente, sobretudo em casa ou no trabalho. Consultar-se com o otorrinolaringologista é fundamental para evitar a cronificação dos quadros ou mesmo futuras complicações decorrentes delas.

A incidência das doenças aumenta cada vez mais em âmbito mundial por se relacionarem à poluição do ar e a ambientes fechados. Calcula-se que entre 25% e 35% da população mundial tenha sintomas relacionados à rinite, com quadros persistentes em cerca de 20%. “Em Curitiba, estudo recente evidenciou a prevalência de rinite alérgica em adultos em 47%”, revela Mitre.

Para o caso das alergias, é imprescindível evitar roupas guardadas, tapetes, cortinas e animais de pelúcia, que facilitam o acúmulo de ácaros e poeira. No verão, sempre tomar cuidado com ambientes com ar condicionado para impedir o contágio de vírus e bactérias. Em todas as circunstâncias, o especialista indica, além da inalação, a lavagem nasal com soro fisiológico, por ajudar na eliminação de agentes que desencadeiam os sintomas alérgicos e nasais.

medicinasaude

Acesse a nova página especial sobre Medicina&Saúde, onde encontra todos os posts do site sobre o assunto com um só clique. Ilustração: aloart

Leia mais sobre
MEDICINA&SAÚDE

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo
3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo
Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro
Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo
  • Pandemia não impede obras de infraestrutura no Brasil, vídeo

  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

  • Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo

  • Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro

  • Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Share This