Universidade de Oxford começa testar vacina contra o coronavírus em humanos, vídeo


Terça-feira | 28 de abril, 2020 | 19h48


A iniciativa foi divulgada no dia 24, mas o rastreamento dos voluntários começou em março. Também participa dessa iniciativa o Instituto Jenner que faz parte da universidade e integra o Departamento de Medicina de Nuffield em Headington, também em Oxford.

Gerson Soares

Pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, através do Oxford Vaccine Group e do Jenner Institute, iniciaram os testes de uma vacina contra a COVID-19 na última sexta-feira (24) em dois voluntários humanos saudáveis (vídeo).

 

Em Oxfordshire, os dois primeiros voluntários ingleses participam de testes da vacina contra o coronavírus. Imagem: divulgação / UO

 

Mais de 1.000 indivíduos poderão participar desse estudo, sendo que a metade receberá a vacina que foi desenvolvida e a outra metade (grupo de controle) receberá uma vacina contra meningite licenciada e amplamente disponível, como no caso das duas primeiras pessoas, moradores do Vale do Rio Tâmisa (Thames Valley), em Oxfordshire.

O objetivo é testar uma nova vacina contra a Covid-19 – incluindo sua segurança e capacidade de gerar boas respostas imunes contra o vírus. Os voluntários foram selecionados em Oxford, Southampton, Londres e Bristol para participarem desse teste.

“Gostaríamos de deixar nossa enorme gratidão a esses voluntários, e aos nossos pesquisadores que estão trabalhando 24 horas por dia para tentar desenvolver nossa vacina ChAdOx1 nCoV-19,” escreveu a universidade em sua página do Linkedin.

O estranho nome ChAdOx1 nCoV-19, foi atribuído à vacina por ser produzida a partir de um vírus (ChAdOx1), que é uma versão enfraquecida de outro vírus do resfriado comum (adenovírus), causador de infecções em chimpanzés que foi geneticamente modificado para impedir o seu desenvolvimento em seres humanos.

As garras do SARS-CoV-2

Como já sabemos, o novo coronavírus (SARS-CoV-2) possui um a proteína em seu entorno, chamada glicoproteina Spike (S). “Essa proteína é geralmente encontrada na superfície do SARS-CoV-2 e desempenha um papel essencial na via de infecção. O coronavírus usa a proteína spike para se ligar aos receptores ACE2 e entrar nas células humanas, causando a infecção”, explicam os pesquisadores. Ela funciona como uma espécie de garra para aderir às células.

“Ao vacinar com o ChAdOx1 nCoV-19, esperamos fazer com que o corpo humano reconheça e desenvolva uma resposta imune à proteína Spike, que ajude a impedir que o vírus SARS-CoV-2 entre nas células humanas e, portanto, evite a infecção.”

Resultados

A avaliação sobre a eficácia da vacina que está sendo aplicada contra a COVID-19 será feita através do levantamento das estatísticas da equipe, que irá comparar o número de infecções no grupo de controle com o número de infecções no grupo vacinado.

“Para esse fim, é necessário que um pequeno número de participantes do estudo desenvolva o COVID-19. A rapidez com que atingirmos os números necessários dependerá dos níveis de transmissão de vírus na comunidade.”

De acordo com a equipe se a transmissão continuar alta será possível obter dados suficientes em alguns meses para ver se a vacina realmente funciona, mas se os níveis de transmissão caírem, eles avaliam que os resultados poderão levar até 6 meses para serem conhecidos.

E se não funcionar?

Ainda é cedo para relaxar, mas há esperança. No entanto, os pesquisadores alertam que uma alta proporção de vacinas não é promissora antes ou depois dos ensaios clínicos.

“Se não formos capazes de mostrar que a vacina é protetora contra o vírus, revisaremos o progresso, examinaremos abordagens alternativas, como o uso de diferentes números de doses, e potencialmente interromperemos o programa.”
Fonte: University of Oxford.

 Início do teste em humanos da nova vacina COVID-19


Human trial of new COVID-19 vaccine begins

University of Oxford

Imagem: aloart

Leia mais sobre
CORONAVÍRUS: RESPOSTAS DE VALOR

Leia mais sobre
CORONAVÍRUS

Leia as últimas publicações

Recent Videos

3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo
Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo
Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro
Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo
Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro
Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo
Governo faz a atualização desta terça-feira, 31 de março – assista ao vivo
  • 3º Drive Thru Solidário acontece sábado (16) na Rua Emília Marengo

  • Governador João Doria confirma quarentena até 31 de maio

  • Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro sobre saída de Sérgio Moro de seu governo

  • Coletiva de imprensa convocada por Sérgio Moro

  • Conferência interministerial do governo Bolsonaro, assista ao vivo

  • Pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro

  • Atualizações interministeriais do Governo Federal contra a COVID-19, ao vivo

  • Governo faz a atualização desta terça-feira, 31 de março – assista ao vivo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*