Sábado | 18 de março, 2023

Valor é o maior dos últimos cinco anos; 50% dos recursos serão destinados à construção da nova fábrica de Nestlé Purina, em Santa Catarina.


A Nestlé vem aumentando seus investimentos no Brasil, o que traz boas expectativas e inspira confiança. Em 2021, foram 936 milhões de reais; em 2022, mais de 1,8 bilhões e a projeção para 2023 é de investimentos acima de 2,5 bilhões de reais. “Trata-se do maior valor investido nos últimos cinco anos. Os recursos destinados principalmente para a ampliação de capacidade nas fábricas e novas tecnologias, além de eficiência operacional,” divulgou a empresa na primeira semana deste mês de março.

Inovação

Mais de 50% do total a ser investido – R$ 1,3 bilhão – terá como destino a construção da nova fábrica de Nestlé Purina em Vargeão, no Oeste de Santa Catarina, iniciada em 2022. Grande parte será utilizada na área construtiva da nova planta industrial de alimentos para cães e gatos. Entre os projetos prioritários para o ano, estão novas linhas de produtos e de embalagens, ampliação de capacidade principalmente para as categorias de confectionery e biscoitos. Parte expressiva será usada em projetos de desenvolvimento e implantação de novas embalagens e em processos mais sustentáveis nas unidades.

Antecipando projetos

“Para 2023, seguimos com investimentos em produtividade, inovação e sustentabilidade das operações. Estamos inclusive antecipando alguns projetos estratégicos de inovação e de ampliação de capacidade programados para 2024, de forma a contribuir com o resultado dos negócios. Isso quer dizer que no ano teremos anúncios de novos produtos e embalagens para chocolates e biscoitos, por exemplo, além de lançamentos em nutrição infantil, lácteos e suplementação”, sinalizou o CEO de Nestlé Brasil, Marcelo Melchior.

Demais investimentos

Conforme anunciado pela companhia, aproximadamente R$ 1,2 bilhão está previsto para as operações na indústria, como novas tecnologias, transformação digital e processos sustentáveis nas fábricas e na cadeia logística. Desse total, 88% estão direcionados à produção, entre continuidade das operações e a aumento da capacidade fabril (três vezes a mais do que no ano passado somente nessa frente). Apenas em inovação de produtos e embalagens, estão previstos R$ 264 milhões. Demais recursos dividem-se entre vendas e logística de distribuição, gestão e recursos relacionados com tecnologia e atividades administrativas.

Indústria 4.0

Entre os projetos prioritários para 2023, além do investimento em Purina, estão os aportes em transformação digital e indústria 4.0, com robôs e tecnologias que trazem maior eficiência e produtividade, além de adequações de infraestrutura para novas tecnologias, principalmente nas plantas de Araras (SP), Caçapava (SP), Ituiutaba (MG) e Montes Claros (MG). “Estamos acelerando os investimentos e antecipando projetos em novas linhas e tecnologias que vão nos permitir ampliar capacidades e suportar as estratégias de negócios que desenhamos para o período”, complementa Marcelo Melchior.


Destaque – Imagem: Nestlé / Divulgação + aloart